Ambiente Mínimas abaixo de 5.ºC colocam nove distritos sob aviso amarelo

Mínimas abaixo de 5.ºC colocam nove distritos sob aviso amarelo

Lisboa, Setúbal, Évora e Beja juntam-se assim aos cinco outros distritos que o IPMA já tinha colocado sob aviso amarelo.
Mínimas abaixo de 5.ºC colocam nove distritos sob aviso amarelo
Ricardo Almeida/Correio da Manhã
Lusa 04 de dezembro de 2017 às 00:18

Nove distritos vão estar sob aviso amarelo até quarta-feira de manhã (dia 06), devido à persistência de valores baixos da temperatura mínima, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

 

Lisboa, Setúbal, Évora e Beja juntam-se assim aos cinco outros distritos que o IPMA já tinha colocado sob aviso amarelo - Braga, Vila Real, Bragança, Guarda e Aveiro - desde as 23:31 de hoje e até às 10:00 de dia 06 de Dezembro.

 

As temperaturas mínimas vão manter-se nos próximos três dias nestes nove distritos entre os 4.º e os -4.º, sendo que até quarta-feira Bragança será o distrito mais frio (com mínimas de -2.ºC e os -4.ºC) e Lisboa o menos frio (com mínimas entre 3.º e os 4.º).

 

Setúbal terá mínimas entre os 0.ºC e 1.ºC, Évora entre 1.ºC e 2.ºC, Beja entre os 2.ºC e os 3.ºC, Braga entre os 0.º e os -1.ºC, Vila Real entre os 0.ºC e os -1.ºC, Guarda entre os 0.º e os -2.ºC, Aveiro entre os 2.ºC e os 4.ºC.

 

O aviso amarelo é o segundo nível de risco de uma escala de quatro.

 

As temperaturas baixas já levaram a Direção-Geral de Saúde (DGS) a recomendar aos portugueses que tomem a vacina da gripe e que mantenham o corpo quente e hidratado.

 

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar