Saúde Ministério da Saúde "começa a ficar um bocado a prazo" - bastonário dos Médicos

Ministério da Saúde "começa a ficar um bocado a prazo" - bastonário dos Médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a actual equipa que tutela o Ministério da Saúde "começa a ficar um bocado a prazo", entendendo que a nova secretária de Estado "não faz prever nada de bom".
Ministério da Saúde "começa a ficar um bocado a prazo" - bastonário dos Médicos
Ricardo Jr.
Lusa 12 de dezembro de 2017 às 17:27
"Este Ministério da Saúde começa a ficar um bocado a prazo", comentou Miguel Guimarães à agência Lusa, a propósito do pedido de demissão do secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado.

Sobre a substituta de Delgado, o bastonário ressalva que não conhece Rosa Matos Zorrinho pessoalmente, mas considera que o trabalho que desenvolveu nas administrações regionais de Saúde "não faz prever nada de bom como secretária de Estado da Saúde".

Manuel Delgado apresentou o pedido de demissão alguns dias depois de uma reportagem da TVI sobre a gestão da Associação Raríssimas, na qual se refere que foi contratado entre 2013 e 2014 pela associação, com um vencimento de três mil euros por mês, tendo recebido um total de 63 mil euros.

Acerca do caso da Raríssimas, o bastonário Miguel Guimarães considera que as questões identificadas pela investigação jornalística devem ser "investigadas pelas autoridades a fundo", mas considera que a situação "mostra o grau de envolvimento da política em muitas matérias que têm conflito de interesses".

Segundo o bastonário, esta declaração não se refere especificamente a Manuel Delgado.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Tentando Perceber a Política 12.12.2017

Nunca vi a classe Média tão Metida na Política, pior, na Política Partidária, é Clara o abaixamento da classe Médica, mas preocupante a perda de Nível que não será apenas como cidadão, mas que logicamente extensivo Profissionalmente.

Saber mais e Alertas
pub