Política Ministro da Defesa afirma não ter ficado chocado com actuação de Marcelo

Ministro da Defesa afirma não ter ficado chocado com actuação de Marcelo

O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, afirmou hoje que não ficou chocado com a actuação do Presidente da República na sequência dos incêndios de Outubro, mas recusou tecer mais comentários sobre o assunto.
Ministro da Defesa afirma não ter ficado chocado com actuação de Marcelo
Cofina
Lusa 26 de outubro de 2017 às 14:01
Azeredo Lopes falava na ilha Terceira, nos Açores, logo após o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter falado aos jornalistas a propósito da notícia que está hoje na capa do Público intitulada "Governo chocado com Marcelo: 'As coisas estavam combinadas'".

"Não fiquei chocado e, evidentemente, não vou falar por cima daquilo que o senhor Presidente disse", declarou o ministro.

Questionado se se demarca do choque do Governo ou se não houve choque, Azeredo Lopes respondeu: "Nem demarco, nem deixo de demarcar. Eu não falo nem por cima, nem por baixo, nem ao lado do senhor Presidente e acho que o senhor Presidente disse tudo".



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Camponio da beira Há 3 semanas

Isso basta chocar-se com aquilo que ele proprio diz e já tem que chegue.

ESTE MEDÍOCRE JÁ ESTÁ A MAIS NO GOVERNO Há 3 semanas

Este - o "ainda" ministro da Defesa -, como sabe que está na calha para ser rifado do Governo, em cuja função tem sido mais do que medíocre, anda armado em parvo, com saídas infelizes, como esta, em que, declaradamente, deixa um remoque ao Dr. António Costa, o que é inaceitável.

Anónimo Há 3 semanas

O PASSOS DEIXOU DE SER LIDER DO PSD?

pub