Economia Ministro da Economia garante que níveis de confiança estão a aumentar

Ministro da Economia garante que níveis de confiança estão a aumentar

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, afirmou esta quinta-feira que o nível de confiança dos consumidores tem vindo a aumentar, desvalorizando os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que apontam para uma diminuição em Setembro.
Ministro da Economia garante que níveis de confiança estão a aumentar
Lusa 28 de setembro de 2017 às 21:35

"O nível de confiança na indústria e entre os investidores aumentou, e a confiança dos consumidores tem vindo a aumentar muitíssimo nos últimos meses. Quando olhamos para uma perspectiva de um ano e meio, vemos que os índices estão muito acima e em terreno positivo", disse Manuel Caldeira Cabral em Portimão, onde assistiu ao lançamento da primeira pedra do novo hotel do Grupo Pestana.

 

O ministro reagia assim aos dados divulgados hoje pelo INE, que apontam para uma diminuição do nível de confiança dos consumidores nos últimos dois meses, "interrompendo a trajectória positiva observada desde o início de 2013 e que tinha culminado no valor máximo da série em Julho".

 

De acordo com o instituto estatístico, esta evolução do indicador de confiança dos consumidores em Setembro "resultou do contributo negativo do saldo das expectativas relativas à evolução do desemprego e da situação económica do país, tendo as expectativas sobre a situação financeira do agregado familiar estabilizado e as perspectivas sobre a evolução da poupança contribuído positivamente".

 

O governante desvalorizou as variações dos níveis de confiança que ocorrem mês a mês, frisando que "o mais importante é que se continua a ter um aumento de confiança dos investidores, dos industriais e também um aumento da confiança no sector do turismo". 

 

"Essa confiança traduz-se com ligeiras variações nestes índices todos os meses, mas quando olhamos numa perspectiva de um ano e meio, vemos que os índices de consumidores que eram negativos estão agora em terreno positivo", sublinhou.

 

Para Manuel Caldeira Cabral, é a confiança de produtores, investidores, industriais e consumidores que "está a fazer também com que, de facto, o melhor índice, e aquele que mais interessa, que é o do investimento, esteja a crescer". "Quando temos o segundo maior crescimento do emprego na Europa, quem está a criar esses empregos, está a demonstrar confiança nos trabalhadores e na economia", concluiu o ministro.

 

Manuel Caldeira Cabral esteve hoje no Algarve, onde participou no lançamento da primeira pedra de um novo hotel do Grupo Pestana, que vai ser construído na Quinta da Amoreira, na freguesia de Alvor, em Portimão, num investimento estimado de 50 milhões de euros.

 

Com abertura prevista para o verão de 2019, a nova unidade hoteleira de cinco estrelas prevê a criação de 300 postos de trabalho directos e está direccionada para o segmento "de luxo/tudo incluído", vocacionado para as famílias. Trata-se da décima oitava unidade hoteleira do grupo na região do Algarve, que conta ainda com cinco campos de golfe na região.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mr.Tuga 29.09.2017

Graças ao maraBilhoso cartão de Bisitas a MaNdona..... CÚrgulho....

Anónimo 28.09.2017

Com uma dívida publica de 250 mil milhoes € que consome em juros 10% das receitas do Estado, com 50% das familias sem rendimento para pagar IRS e 50% exaustas com impostos,,os jovens a emigrar, com pesados defices na balança de bens e de rendimentos., o nível não deve ser de confiança mas de fé.

General Ciresp 28.09.2017

Ferram-se todos quando quem de direito os contradizem.Glomerado de bananas.