Saúde Ministro da Saúde acusa enfermeiros especialistas de atropelo à lei e ética

Ministro da Saúde acusa enfermeiros especialistas de atropelo à lei e ética

O ministro da Saúde acusou os enfermeiros especialistas em protesto de atropelarem a lei, a ética e moral, considerando que têm tido um comportamento errático e irregular.
Ministro da Saúde acusa enfermeiros especialistas de atropelo à lei e ética
João Cortesão
Lusa 08 de setembro de 2017 às 21:53

Em entrevista ao Jornal da Noite da SIC, Adalberto Campos Fernandes (na foto) disse que não existe "nenhuma guerra com os 42 mil profissionais de enfermagem", mas sim com um grupo que tem "violado todos os princípios da lei e da ética".

 

O ministro foi questionado na SIC sobre o protesto dos enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia, que se tem recusado a cumprir funções especializadas enquanto não receberem de acordo com a sua especialização.

 

Para o ministro da Saúde, "é impossível em três meses fazer aumentos salariais de 100% ou 200%", considerando que está a ser feita uma chantagem à margem da lei.

 

Para o Governo, a renúncia a um título de especialista não é executável, com o ministro a reforçar que o protesto é "ilegítimo, ilegal e imoral".

 

Sobre a Ordem dos Enfermeiros, que tem apoiado este protesto, Campos Fernandes observou que é uma estrutura "que se arroga de funções sindicais".

 

Relativamente à greve convocada para os cinco dias úteis da próxima semana, o ministro recordou que a interpretação do Governo é a de que a sua marcação foi irregular por não ter cumprido os dez úteis necessários ao pré-aviso.

 

Segundo o governante, quem cumprir estes dias de greve arrisca-se às consequências previstas na lei, que podem passar pela marcação de faltas.   




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Ouvi Jerónimo e Catarina 12.09.2017

Depois de ouvir o Oportunista do Jerónimo e da Catarina, a colarem-se aos Grevistas para aproveitar 1/2 de Votos, tive um Desabafo, é por isso que não Voto nestes FP, para Concluir, se os outros são uns FP Piores, o melhor é não Votar.

Anónimo 09.09.2017

Os portugueses tem sido bons para esta gente. Paga-lhes o vencimento e ainda tem que sofrer as consequências das greves, não serem atendidos e desprezados.

Anónimo 09.09.2017

Quem é o responsável ultimo desta situação é o estado q na vez de copiar a carreira de enfermagem pela Alemanha permitiu este anacronismo.Se querem enfermeiros especialistas em determinadas área da saúde criem os cursos respetivos pois poupam em formação e remuneraço.Por exemplo a elaboração de um c

General Ciresp 09.09.2017

Que raio se tera passado na cabeca do BLACK para fazer do dia de ontem um black Friday para os gameleiros que o compoem?Tera o desnorte a ver com as proximas eleicoes das aldeias?Que pequenez tao pequena.

ver mais comentários
pub