Economia Morreu "histórico" do PSD Eurico de Melo

Morreu "histórico" do PSD Eurico de Melo

Eurico de Melo, ex-ministro de governos liderados por Sá Carneiro e Cavaco Silva, faleceu esta madrugada, de acordo com a Lusa.
Morreu "histórico" do PSD Eurico de Melo
Negócios com Lusa 01 de agosto de 2012 às 12:33
Eurico de Melo, com 86 anos, foi ministro da Administração Interna no governo liderado por Sá Carneiro e desempenhou as mesmas funções no Executivo de Cavaco Silva. O político foi ainda Ministro de Estado, Ministro da Defesa Nacional e Vice-primeiro-ministro em governos liderados por o actual Presidente da República.

Licenciado em engenharia química, Eurico de Melo foi vice-presidente da Comissão Política Nacional do PSD em duas ocasiões, presidente da Mesa do Congresso em 1984 e ainda do Conselho Nacional, de 1990 a 1992.

Eurico de Melo também exerceu o cargo de deputado ao Parlamento Europeu e foi ainda membro da Assembleia Municipal de Santo Tirso, concelho onde nasceu, a 28 de Setembro de 1925.



A sua opinião32
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Galvao Teles 02.08.2012

Paz a sua Alma..!!
Nao estou documentado para falar desta estimada personagem do meu PSD,apenas meto a colherada para ensinar estes otarios que veem para as redes sociais descarregar toda a estupidez que lhe vai na Alma.!!
PS. Que povo tao ignorante.!!!

Anónimo 01.08.2012

Que Parque?
Não estou a ver...

A malta agora nem no Papa acredita.

Vida 01.08.2012

nível de comentários a esta notícia, as agencias de rating enganaram-se: este país e estes portugueses não deviam estar no lixo; é mesmo só trampa....(como não sabem ler, eu explico: o homem morreu. Paz a sua alma)

Condolências à família, por uma mera questão de p 01.08.2012


Paz à sua alma !

Porém, uma coisa há que ser dita,
Este senhor, enquanto cá andou, defendeu sempre bem - e apenas - os da sua classe social.
Conhci-o muito bem.

Por mim, não me deixa qualquer pesar no espírito o seu desaparecimento !
Nenhum !

Seria hipócrita se dissesse o contrário.
E eu procuro não ser hipócrita na minha postura de vida.

ver mais comentários
pub