África Mugabe quer ficar no poder e não anuncia resignação

Mugabe quer ficar no poder e não anuncia resignação

Foi exonerado do partido, a Reuters noticiou que tinha já aceitado a resignação, mas na declaração ao país só reconheceu que havia problemas a serem resolvidos e garantiu que vai presidir ao congresso do partido em Dezembro.
Mugabe quer ficar no poder e não anuncia resignação
Reuters
Negócios 19 de novembro de 2017 às 19:34
Robert Mugabe, afinal, não resignou ao poder. Apesar da Reuters assegurar, durante a tarde, que Mugabe tinha chegado a acordo com os militares para sair da presidência, a declaração que fez ao país mostrou um líder, de 93 anos e 37 de poder, a querer ficar.

A BBC avança que na segunda-feira deverá avançar no Parlamento um pedido de destituição.

Robert Mugabe não falou na sua declaração de resignação, ao contrário do que se esperava. Assim, Mugabe continua a ser o Presidente do Zimbabué.

E anuncia mesmo que presidirá ao congresso do seu partido, Zanu-PF, em Dezembro, partido que o exonerou da liderança este domingo. 

O Zanu-PF deu ao presidente menos de 24 horas para se afastar da presidência, ou enfrentaria um processo de destituição ("impeachment")

Mugabe limitou-se a dizer que está ao corrente das críticas contra ele no partido, dos miliares e do povo. 

(Notícia actualizada com mais informação às 19:40)



Saber mais e Alertas
pub