Mundo Mulheres sauditas já estão autorizadas a conduzir

Mulheres sauditas já estão autorizadas a conduzir

As mulheres sauditas foram autorizadas a conduzir, segundo um decreto real publicado na segunda-feira à noite, divulgou a agência noticiosa oficial da Arábia Saudita, a SPA.
Mulheres sauditas já estão autorizadas a conduzir
Negócios com Lusa 26 de setembro de 2017 às 21:06

O rei Salman ordenou que fosse "permitido entregar cartas de condução às mulheres na Arábia Saudita". Neste reino ultraconservador do Golfo, as mulheres não tinham o direito de conduzir, situação única em todo o mundo. 

Assim, as mulheres sauditas terão direito a possuir carta de condução a partir de Junho do próximo ano, referiu a agência Saudi Press, citando um decreto real.

A decisão faz parte do programa de modernização da economia saudita, num reino que, até agora, se tem regido por uma versão bastante austera do Islão.

Por detrás desta decisão está o principal arquitecto do plano de modernização do reino, o príncipe herdeiro Mohamed Bin Salmán. Entre os seus planos de modernização da Arábia Saudita está uma maior participação das mulheres na vida económica.


A Toyota e a Hyundai dominam o mercado automóvel saudita, sublinha a Bloomberg. Juntas, as duas fabricantes automóveis representam mais de metade desse mercado: no ano passado, a japonesa Toyota foi responsável por 32% dos 676.000 veículos vendidos na Arábia Saudita, ao passo que a sul-coreana Hyundai ficou em segundo lugar com 24%.






pub