O Negócios Negócios Especial na segunda-feira

Negócios Especial na segunda-feira

Edição dedicada ao Orçamento do Estado conta com uma extensa entrevista a Mário Centeno, Ministro das Finanças.
Negócios Especial na segunda-feira
Negócios 15 de Outubro de 2016 às 20:55

O Negócios terá nas bancas, esta segunda-feira, uma edição especial, dedicada ao Orçamento do Estado para 2017.

São dezenas de páginas dedicadas à análise do documento apresentado na sexta-feira, com todas as medidas e de que forma incidem sobre famílias, empresas, funcionários públicos e as próprias contas do País.

Para além de uma série de artigos de opinião dos colunistas do Negócios acerca das novidades, o trabalho abre com uma extensa entrevista a Mário Centeno, ministro das Finanças. O Orçamento do Estado para 2017, pela voz de quem o preparou.




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

O jornalista gosta de ouvir algo de novo mesmo sabendo que de concreto fica distante:foram as mais de 200.000 novos postos de trabalho,foi o virar da pagina,foi a econ.crescer mais que os outros da EU.Agora mais 1 punhado do mesmo,em suma:FERTELIZANTES QUE NAO EMPRENHAM 1 FORMIGA.

Anónimo Há 2 semanas



PS - PCP - BE -- FP . CGA – 40 ANOS A ROUBAR OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


Novas pensões mínimas serão sujeitas a prova de rendimento...

para se gastar mais dinheiros com os subsídios às pensões douradas da CGA.


(As pensões da CGA são subsidiadas em 500€, 1000€, 1500€ e mais, por mês. Estas pensões sim, devem ser sujeitas a condição de recursos. E não as mínimas.)


Anónimo Há 2 semanas

Duas coisas antes de la chegarmos:uma economia que nao cresce e a gerigouca continua de helicopetero a lancar dinheiro pelas janelas fora,traz agua no bico.A outra e que empapelar uma parede furacada eu diria mesmo a cair de podre e enganar quem se vai servir dela com todos os ricos que dai advem.

Amel Ribeiro Há 2 semanas

o homem que vá mudar de vida ..

ver mais comentários
pub