Política Neil Gorsuch é o novo juiz do Supremo Tribunal dos EUA

Neil Gorsuch é o novo juiz do Supremo Tribunal dos EUA

Donald Trump acaba de anunciar, em Washington, o nome do novo juiz do Supremo dos Estados Unidos: Neil Gorsuch.
Neil Gorsuch é o novo juiz do Supremo Tribunal dos EUA
Reuters
Carla Pedro 01 de fevereiro de 2017 às 01:07

Era 1:00 em Lisboa (20:00 em Washington) quando o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou o nome do novo juiz do Supremo Tribunal do país: Neil Gorsuch (na foto, quando se preparava para discursar).

Estavam dois juízes, ambos republicanos, na recta final para esta nomeação, sendo que Trump escolheu Gorsuch, de Denver.

O outro era Thomas Hardiman, de Pittsburgh, com 51 anos – tendo William Pryor chegado a estar também nesta lista de preferências, mas sem chegar à "short list" de dois nomes.

Diz a Bloomberg que se espera que Neil Gorsuch, um conservador que conta com 49 anos, consiga restabelecer o equilíbrio ideológico que existia antes de Antonin Scalia ter falecido.

Scalia foi encontrado sem vida, em sua casa, a 13 de Fevereiro de 2016, e a morte foi oficialmente atribuída a causas naturais. Desde então, o seu cargo - que é vitalício - estava em aberto.

Com efeito, o cargo estava por ocupar desde a morte de Scalia, já que a proposta anterior não convenceu o Senado. O então presidente, Barack Obama, quis substituí-lo por Merrick Garland, mas o Senado rejeitou essa nomeação.

 

"Acho que os conservadores vão gostar imenso dele e os liberais não vão ter muito por onde pegar, pois ele é afável e despretensioso e tem um bom sentido de humor", comentou à CNN um ex-colega de Gorsuch na sociedade de advogados Kellog Huber Hansen.


(notícia actualizada à 01:48)




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
00SEVEN Há 3 semanas

Só para corrigir erros da notícia porque é importante informar os leitores correctamente.
Antonin Scalia não foi encontrado morto em casa.
Scalia foi encontrado morto no quarto de um resort, Cibolo Creek, um rancho no Oeste do Estado do Texas.
Amante da caça, Scalia encontrava-se lá com um grupo de cerca de 30 ou 40 amigos e morreu durante a noite.
Ainda hoje muita gente questiona as causas da sua morte apesar de ter sido declarado pelas autoridades tratar-se de "causas naturais".

Camponio da beira Há 3 semanas

também precisava-mos um presidente duro que demitisse os juizes que não sabem fazer julgamentos, arquivam processos e absolvem ou deixam prescrever processos por "convicção pessoal" , dos corruptos.

pub