Ambiente Nerlei quer que Portugal seja país convidado da feira do Ambiente em 2019

Nerlei quer que Portugal seja país convidado da feira do Ambiente em 2019

Jorge Santos garante que a Ambiente, em Frankfurt, é um certame importante.
Nerlei quer que Portugal seja país convidado da feira do Ambiente em 2019
Pedro Elias
Alexandra Machado 17 de novembro de 2016 às 10:38

A Nerlei, responsável pela participação colectiva de Portugal na feira do Ambiente em Frankfurt, quer que Portugal seja o país convidado desse certame em 2019, no que diz ser um "projecto ambicioso".

 

A Ambiente é uma feira internacional de bens de consumo, que tem uma importante componente de produtos da fileira casa. Segundo o site da Nerlei, esta feira contou, na edição de 2016, com mais de 4.300 expositores, 81 dos quais portugueses. Em 2017, a Feira Ambiente decorrerá de 10 a 14 de Fevereiro.

 

Jorge Santos, presidente da Nerlei - Associação Empresarial da Região de Leiria, falava na conferência da Aicep no âmbito do roadshow Portugal Global, que decorre esta quinta-feira, 17 de Novembro, em Leiria e que encerra esta iniciativa de dois anos.

 

A Nerlei salientou o papel que tem feito com a Aicep nomeadamente ao nível das missões empresariais e participação de feiras, além de se ter colocado em Leiria a primeira loja de exportações da Aicep.

 

Jorge Santos garante que os resultados estão aí, com as exportações de bens desde Janeiro a Setembro do distrito de Leiria a aumentarem 3,8%, enquanto as do país  caíram 0,5%, tendo a taxa de cobertura passado dos 140 para 144%. "Estamos a evoluir, são resultados positivos que nos deixam mais motivados."


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub