Ásia Nova Rota da Seda promove Presidente chinês como estadista global

Nova Rota da Seda promove Presidente chinês como estadista global

O fórum "Nova Rota da Seda", que a partir de domingo junta quase trinta chefes de Estado em Pequim, promete afirmar o Presidente chinês, Xi Jinping, como estadista global, defendem analistas.
Nova Rota da Seda promove Presidente chinês como estadista global
reuters
Negócios 12 de maio de 2017 às 11:58

O evento, que decorre entre 14 e 15 de maio, é o último de uma série de encontros de alto nível encabeçados por Xi e surge antes do congresso do Partido Comunista Chinês (PCC), que se realiza no outono.

 

"Xi é agora visto como um líder global, com influência e respeito a nível internacional, e isso definitivamente melhora a sua imagem internamente", afirma Joseph Cheng, analista de política chinesa, agora reformado da City University, de Hong Kong.

 

Líderes de 28 países participam do encontro, incluindo os presidentes russo e filipino, Vladimir Putin e Rodrigo Duterte, respectivamente.

 

Portugal, que já afirmou a sua intenção de integrar a iniciativa, com a inclusão do porto de Sines, enviou o secretário de Estado da Internacionalização, Jorge Costa Oliveira.

 

No entanto, a maioria dos países ocidentais, nomeadamente Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha ou França, não terão representantes ao mais alto nível.

 

As ausências devem-se em parte a questões internas, mas reflectem também as preocupações com os Direitos Humanos ou o meio ambiente, associadas à exportação do modelo de desenvolvimento chinês.

 

O fórum servirá ainda para promover a imagem de Xi a nível interno.

 

A imprensa estatal chinesa tem associado o secretário-geral do PCC ao encontro, que se irá focar no seu plano de construir uma rede de portos, ligações ferroviárias e rodoviárias, que visam expandir o comércio da China com a Ásia, África e Europa.

 

"Ele está a mostrar ter visão. Os líderes têm que ser visionários. Ele demonstra que tem esperança no futuro da economia ao propor um plano económico muito importante", disse à Associated Press o antigo embaixador norte-americano na China, Max Baucus.

 

"Penso que ajudará muito [Xi Jinping], nas vésperas do próximo congresso do partido", acrescentou.

 

O congresso do PCC, que se realiza uma vez em cada cinco anos, promoverá uma nova geração de líderes, com vários membros do Comité Permanente do Politburo, a cúpula do poder na China, a serem substituídos.

 

Desde que ascendeu ao poder, em 2012, Xi Jinping tornou-se o centro da política chinesa, acumulado mais poder do que os seus antecessores.

 

No âmbito internacional, Xi presidiu a ambos os fóruns de Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC, na sigla em inglês) e do G-20.

 

Em Janeiro passado, o líder chinês abriu o Fórum Económico Mundial de Davos, com um discurso em defesa da globalização e do livre comércio, em contraste com a retórica proteccionista do Presidente dos EUA, Donald Trump.

 

A Nova Rota da Seda, no entanto, tem implicações práticas.

 

A iniciativa visa reiterar a proeminência da China como um poder dominante na Ásia, onde a sua cultura e economia exerceu outrora forte influência sobre os países vizinhos.

 

Diferente do fórum de Davos ou da APEC, envolve contratos de milhares de milhões de dólares, expandido a esfera de influência da China e a autoridade de Xi.

 

"A China tem, não só os recursos, que é o essencial, mas também a visão e o desejo e estratégia para impulsionar a sua participação além-fronteiras", afirmou o embaixador do Afeganistão em Pequim, Janan Mosazai.

 

A iniciativa acarreta também riscos para o legado e estatuto de Xi.

 

Até à data, não existe uma definição concreta do plano, que tem incluído muitos projectos periféricos e de valor questionável.

 

E, visto que vários dos países envolvidos têm economias débeis com capacidade de crescimento limitada, são altas as possibilidades de desperdício de fundos ou corrupção, o que poderá resultar em avultadas perdas para os bancos estatais chineses que financiam os projectos.

 

"É fácil dar dinheiro", afirma Joseph Cheng. "A China tem é que provar que esses projectos são viáveis e que tem conhecimentos para os levar a cabo".

 




A sua opinião63
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 12.05.2017

[url=http://www.iamempowered.com/node/390594]Price anacin Fast Shipping[/url]
[url=http://www.herballove.com/forum/achat-arimidex-en-france-cheap-online-arimidex-uln56]Cheap arimidex From Canada[/url]
[url=http://www.herballove.com/forum/achat-asacol-en-france-asacol-citrate-sale-141er]Purchase as

Anónimo 12.05.2017

I really enjoy the article post.Thanks Again. Cool. [url=http://1vcratjb.tumblr.com/]Slinger[/url]

Anónimo 12.05.2017

#CATAMBERJEWELRY, Cats, Natural BALTIC AMBER

You are Welcome in my Baltic Amber collection #AmberWizard! http://etsy.com/shop/amberwizard

[url=https://www.etsy.com/listing/506900690/natural-baltic-amber-cat-yellow-round?ref=shop_home_active_4]Cat AMBER Silver Crystal Earrings Yellow AMBER

Anónimo 12.05.2017

Diclofenac Tablets Without Prescription Free Shipping Progesterone Crinone In Internet Mastercard Accepted Ou Acheter Du Viagra Sur Le Net [url=http://byuvaigranonile.com]viagra[/url] Achat De Clomid Pharmacies En Ligne Buy Now Isotretinoin 20mg Cialis

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub