Política Novo Banco empresta 2 milhões ao PS

Novo Banco empresta 2 milhões ao PS

Segundo a Sábado, o Partido Socialista hipotecou quase três dezenas de imóveis para garantir parte do empréstimo. O crédito foi concedido há duas semanas.
Novo Banco empresta 2 milhões ao PS
Vladimir Rodas/Negócios
Negócios 13 de dezembro de 2017 às 19:14

O Partido Socialista pediu emprestados 2 milhões de euros ao Novo Banco para liquidar um crédito e para apoio à tesouraria, em dois contratos de financiamento que têm como garantia a hipoteca sobre 27 imóveis.


A notícia é avançada pela Sábado, que cita documentos a que teve acesso e refere que o valor dos imóveis hipotecados (1,1 milhões de euros) cobre só parte do valor emprestado (55%).

O contrato de financiamento de 1,5 milhões será usado para "liquidação de responsabilidades de apoio à tesouraria" e o outro, no valor de 500 mil euros, para reforçar o montante emprestado.

O empréstimo foi contraído a 30 de Novembro, num contrato assinado por Luís Patrão, antigo membro do secretariado nacional socialista, e Hugo Bento Pereira, procuradores pelo PS.

O crédito tem 10 anos para ser pago, com uma taxa indexada à Euribor a 12 meses mais um "spread" de três pontos. 

O PS tem atravessado problemas na sua situação financeira. No ano passado, o partido anunciou a redução do passivo em 942 mil euros e o aumento de 255 mil euros de capitais próprios, mas reconhecia que o cenário económico-financeiro era "preocupante".

O partido contava chegar ao final deste ano com apenas seis planos de liquidação (dos 33 inicialmente existentes) por liquidar integralmente.




A sua opinião18
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo 13.12.2017

"We have to find new ways of employing people and maybe people need to find new ways of spending their time... The truthful answer is we won’t need as many people." - John Cryan www.businessinsider.com/deutsche-bank-ceo-cryan-robots-and-banking-jobs-2017-9

comentários mais recentes
Caimão Portfolio 15.12.2017

Gastar mais do que podem. Normal. ...

Anónimo 14.12.2017

Misturar isto com futebol deve bater mal da bola.

RUI PIRES DOS SANTOS 14.12.2017

Se fosse para emprestar a uma PME com viabilidade ou a um pobre cidadão exigiam garantias reais de valor superior a 200% do empréstimo, com avales pessoais de toda a família incluindo o cão lá de casa, para um partido político ficam com garantia de 55% do valor do empréstimo.

Anónimo 14.12.2017

eles naõ são capazes de governar o partido e querem governar um país, podiam ter pedido a dr Paula um mil´~ao que ninguém dava conta do desvio.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub