Emprego Número de beneficiários de prestações de desemprego cai 16,4% em Fevereiro

Número de beneficiários de prestações de desemprego cai 16,4% em Fevereiro

A Segurança Social pagou em Fevereiro prestações de desemprego a 218.182 beneficiários, menos 3.884 beneficiários (-1,7%) do que em Janeiro e menos 42.083 (-16,4%) face a Fevereiro de 2016, foi hoje divulgado.
Número de beneficiários de prestações de desemprego cai 16,4% em Fevereiro
Lusa 20 de março de 2017 às 18:43
De acordo com dados estatísticos disponibilizados na página da Segurança Social, no segundo mês deste ano foram processadas 218.182 prestações de desemprego, quando em Janeiro tinham sido processadas 222.066 prestações de desemprego.

As prestações de desemprego incluem o subsídio de desemprego, o subsídio social de desemprego inicial e o subsequente, o prolongamento do subsídio social de desemprego e a medida extraordinária de apoio aos desempregados de longa duração.

Em Fevereiro, receberam o subsídio de desemprego 170.905 beneficiários, o que corresponde a menos 2,4% que no mês anterior e menos 14,8% face a Fevereiro de 2016.

O subsídio social de desemprego inicial beneficiou 11.593 desempregados, o que equivale a mais 2,1%, um acréscimo de 241 desempregados, em relação a Janeiro e a menos 17,7% em relação a Fevereiro de 2016, menos 2.494 desempregados.

O subsídio social de desemprego subsequente foi pago a 32.609 desempregados, o que corresponde a uma diminuição de 0,6%, menos 185 beneficiários, comparativamente a Janeiro e uma redução de 23,1% face a Fevereiro do ano passado, menos 9.811 beneficiários.

Já a medida extraordinária de apoio aos desempregados de longa duração beneficiou 3.037 pessoas, mais 190 pessoas do que em Janeiro.

O prolongamento do subsídio social de desemprego foi pago a 48 pessoas em Fevereiro, o que corresponde a menos dois beneficiários do que em Janeiro e mais 10 do que em Fevereiro do ano passado.

Segundo a estimativa provisória divulgada em 1 de Março pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego situou-se nos 10,2% em Janeiro.

A estimativa provisória da população desempregada em Janeiro foi de 521,8 mil pessoas e a da população empregada foi de 4,593 milhões de pessoas.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Conselheiro de Trump 20.03.2017

Pois e,pois e:mas o acordo feito era que por cada dois publicos que saissem entrava um,e nao por cada publico que saia entrem 100.Os felizardos que agradecam aos radicais que tem o d.branca debaixo da pata.

pub