Função Pública Número de funcionários públicos aumenta ao ritmo mais baixo desde o final de 2016

Número de funcionários públicos aumenta ao ritmo mais baixo desde o final de 2016

O número de funcionários públicos cresceu até Setembro, mas ao ritmo mais brando desde Dezembro de 2016.
Número de funcionários públicos aumenta ao ritmo mais baixo desde o final de 2016
Bruno Simão/Negócios
Negócios 15 de novembro de 2017 às 19:02

O número de funcionários públicos situou-se em pouco menos de 661,5 mil em Setembro, revelou esta quarta-feira, 15 de Novembro, a Direção-geral da Administração e do Emprego Público

Este número representa um aumento de 0,8% face ao período homólogo, o que significa que o crescimento do emprego público abrandou, já que em Junho o aumento foi de 1,2%.

 

Ainda assim, em cadeia os dados revelam uma queda, face ao final do primeiro semestre, altura em que existiam um pouco mais de 668,3 mil funcionários, de acordo com a mesma fonte.

 

Face ao Dezembro de 2011, último registo disponível, há actualmente menos 66,3 mil funcionários públicos.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Nem mais Carlos Figueiredo Há 3 semanas

O ideal para o caro era existir 1 médico para 5 milhões de habitantes ou porque não um polícia por cada 10 milhões de habitantes? Sei lá, 3 juízes para o país inteiro e 4, talvez 5 bombeiros (6 parece-me exagerado)

carlos figueiredo Há 3 semanas

Era suposto diminuir com a promessa à Troika de que por cada 2 que se reformassem, entraria 1? Mas o atual governo está a fazer exatamente o contrário por isso é que aumentam os FPs. E os jornais dao a noticia como se de uma coisa boa se tratasse. Estamos mesmo muito mal! País em declínio, completo!!!

pub