Economia Número de mortos nos incêndios sobe para 44

Número de mortos nos incêndios sobe para 44

Os incêndios florestais que deflagraram no domingo em várias zonas do país provocaram 44 mortos, disse esta sexta-feira à Lusa a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar.
Número de mortos nos incêndios sobe para 44
Ricardo Almeida
Lusa 20 de outubro de 2017 às 18:27
Segundo a mesma fonte, esta vítima mortal estava internada no hospital de Coimbra, mas não foi revelado qual o seu concelho de origem.

O último balanço, feito pela ANPC na quinta-feira à tarde, dava conta de 43 vítimas mortais.

De acordo com a ANPC, a maior parte das vítimas mortais são dos distritos de Coimbra e de Viseu.

As centenas de incêndios que deflagraram no domingo, o pior dia de fogos do ano segundo as autoridades, provocaram 44 mortos e cerca de 70 feridos, mais de uma dezena dos quais graves.

Os fogos obrigaram a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas, sobretudo nas regiões Norte e Centro.

Esta é a segunda situação mais grave de incêndios com mortos em Portugal, depois de Pedrógão Grande, em Junho deste ano, em que um fogo alastrou a outros municípios e provocou, segundo a contabilização oficial, 64 mortos e mais de 250 feridos. Registou-se ainda a morte de uma mulher que foi atropelada quando fugia deste fogo.



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Culpar os verdadeiros causadores destes Há 4 semanas

incêndios dá trabalho e poucos lucros politicos. É mais fácil culpar o governo de tudo e os lucros politicos sobem também. A isto chama-se terrorismo politico e oportunismo sem ponta de vergonha pelas famílias enlutadas. Uma coisa é certa os Portugueses não vão em choradinhos seja de quem for.

Camponio da beira Há 4 semanas

64+44 mortos (só nacionais)faltam os estrangeiros. Mas foi protagonizado pelo estado e seus agentes (por acção ou inação) o maior crime ambiental que há memória, além das pessoas.Os verdese o Pan andam a dormir! O Sr. Leitão é bom para dormir umas sestas.Estamos fartos desta gente.

Costa deu uma pantufada na sua credibilidade Há 4 semanas

64+44=108 são já 108 mortos oficiais para o currículo do Costa facadas.

General Ciresp Há 4 semanas

Esta prestes a chegar ao numero de secretarios de estados,ambos HORRIVEIS.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub