Nuno Amado: "Efeito directo" da crise espanhola no BCP "é indiferente"
27 Julho 2012, 18:05 por Maria João Gago | mjgago@negocios.pt
2
Enviar por email
Reportar erro
0
Presidente do BCP teme impacto da situação em Espanha na economia portuguesa. Veja aqui o vídeo.
Nuno Amado disse hoje que a crise em Espanha não tem impacto no BCP mas pode penalizar a economia portuguesa.

“Já fui mais especialista em Espanha do que sou hoje. Há seis meses tinha mais informação sobre Espanha” começou por gracejar Nuno Amado, quando questionado sobre a situação espanhola, na conferência de imprensa de apresentação de resultados do BCP.

O presidente do BCP, que antes era o líder do Santander em Portugal, afirmou que “no banco o efeito directo é indiferente, porque não temos exposição a Espanha”.

Contudo, “não é indiferente para a economia [portuguesa] e para os nossos clientes, já que Espanha é o principal mercado de Portugal”, afirmou Nuno Amado.




2
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: