Américas Trump anuncia seis áreas prioritárias de acção

Trump anuncia seis áreas prioritárias de acção

Minutos depois de Donald Trump assumir o cargo mais importante do mundo, a Casa Branca deu a conhecer as linhas principais da sua administração. O Negócios acompanhou ao minuto o primeiro dia de Trump na presidência dos EUA.
Trump anuncia seis áreas prioritárias de acção
Reuters

20 de janeiro de 2017 às 23:27
Continue a acompanhar-nos em negocios.pt

Fica por aqui o acompanhamento deste dia da tomada de posse de Donald Trump como 45º presidente dos EUA. Continue a seguir este e outros temas em negocios.pt

20 de janeiro de 2017 às 23:11
Presidente do México quer relações "respeitosas" com Trump

O Presidente do México, Enrique Peña Nieto, afirmou que querer manter relações "respeitosas" com Donald Trump, que tem insultado os mexicanos, mas prometeu proteger os interesses do país em negócios com Washington.

"Vamos trabalhar em conjunto para fortalecer a nossa relação, vamos estabelecer um diálogo respeitoso com o Governo de @realDonaldTrump", escreveu Peña Nieto na rede social Twitter, felicitando Trump pela sua tomada de posse como 45.º Presidente dos Estados Unidos.

Peña Nieto acrescentou, citado pela Lusa, que "soberania, o interesse nacional e a protecção para os mexicanos guiarão as relações com o novo Governo dos Estados Unidos". Trump prometeu durante a campanha construir um muro na fronteira com o México, para impedir a entrada em território norte-americano de imigrantes ilegais, muitos dos quais disse serem violadores e traficantes de droga.

20 de janeiro de 2017 às 23:08
Website da Casa Branca retira alterações climáticas e promove jóias de Melania
Website da Casa Branca retira alterações climáticas e promove jóias de Melania

A página oficial de Internet da Casa Branca, https://www.whitehouse.gov/, foi quase imediatamente alterada assim que Donald Trump tomou posse.

Além de entrarem em linha as prioridades da Administração Trump, foi eliminado o link sobre as políticas relativas às alterações climáticas, bem como quaisquer directivas envolvendo o Affordable Care Act de Barack Obama, salienta o The Washington Post.

Além disso, o website promove agora a linha de jóias da Primeira-Dama, Melania Trump. "Quem visitar o recém-remodelado website da Casa Branca, terá mais do que um simples resumo sobre os interesses e obras de caridade apoiadas por Melania – está também disponível uma lista das revistas onde fez capa, bem como pormenores sobre a sua linha de jóias", refere o mesmo jornal.

20 de janeiro de 2017 às 22:56
Theresa May encontra-se com Trump na próxima semana
Theresa May encontra-se com Trump na próxima semana

A primeira-ministra britânica irá até aos Estados Unidos na próxima semana para se reunir com Donald Trump, avança o The Telegraph sublinhando que a viagem acontecerá na quinta-feira, 26 de Janeiro - muito mais cedo do que o inicialmente pensado.

Theresa May quer ser o primeiro líder estrangeiro a encontrar-se com o novo presidente norte-americano, de acordo com a mesma fonte. 

20 de janeiro de 2017 às 22:51
Senado aprova Mattis para liderar Pentágono

O Senado norte-americano confirmou o primeiro membro da Administração Trump, ao votar favoravelmente o nome do general James Mattis como secretário da Defesa, refere o The Telegraph.

20 de janeiro de 2017 às 22:23
Carlos César surpreendido e preocupado com discurso de Trump

O presidente do Partido Socialista manifestou-se surpreendido e preocupado com o discurso do novo Presidente norte-americano pela falta de referências à democracia e por omissões no papel dos Estados Unidos no mundo.

"Fiquei surpreendido pela falta de referências no discurso do presidente Trump à 'democracia' e preocupado por omissões no papel dos EUA no mundo. Ficou-se por uma invocação inconclusiva sobre a devolução do poder ao povo e por uma maior determinação no combate ao terrorismo", escreveu Carlos César na sua página pessoal de Facebook, citado pela Lusa.

O também líder parlamentar do PS alertou para os "sinais menos confiantes" para a comunidade internacional. "Se optarmos por uma interpretação pessimista dessas lacunas e invocações, reteremos uma promessa de uma América voltada para si mesma, social e politicamente bem mais tensa e musculada, economicamente mais proteccionista e externamente menos universalista e menos implicada na paz e na coesão nos cenários internacionais e regionais", vincou o presidente do PS.

Carlos César sublinhou, contudo, que Donald Trump "deve ser mais julgado" pelos seus actos e pelas suas decisões do que pelas suas palavras, antecipando que, dentro de "algumas semanas será certamente possível reinterpretar" o discurso inaugural com melhores conclusões.

20 de janeiro de 2017 às 22:09
Wall Street fecha em alta mas diminui entusiasmo
Wall Street fecha em alta mas diminui entusiasmo

As bolsas norte-americanas, que abriram em alta esta sexta-feira, perderam gás com o discurso de tomada de posse do novo presidente dos EUA, Donald Trump.

Os principais índices bolsistas do outro lado do Atlântico abriram a recuperar das perdas recentes, a duas horas e meia da investidura de Trump como 45º presidente dos EUA, tendo reforçado esses ganhos nas primeiras horas de negociação.

No entanto, o seu discurso combativo e populista, sublinha a Bloomberg, acabou por retirar gás a Wall Street, com os investidores a preferirem activos considerados de refúgio, como o ouro. Trump disse que colocará os interesses dos americanos no topo da sua agenda de prioridades, sem que se percebam as implicações concretas que isso terá para o comércio mundial e para as alianças internacionais.

20 de janeiro de 2017 às 21:45
BuzzFeed já tem contador para dias que faltam até Trump ir embora

O website BuzzFeed criou um contador que está a tornar-se viral, com milhares de partilhas nos links criados para as redes sociais Facebook e Twitter, com o número tempo que falta até Trump deixar de ser Presidente dos EUA.

Esta contagem decrescente até às eleições presidenciais norte-americanas de 2020 foi criada assim que se soube que Donald Trump tinha vencido as eleições do passado dia 8 de Novembro, mas está agora a ganhar cada vez mais popularidade.

20 de janeiro de 2017 às 21:04
Manifestações de protesto contra Trump com pouca participação na Europa
Manifestações de protesto contra Trump com pouca participação na Europa

As manifestações organizadas hoje em diversas grandes cidades europeias para protestar contra a investidura do Presidente norte-americano não tiveram grande adesão, reunindo no total poucas centenas de pessoas, referem as agências noticiosas.

Em Portugal, uma vigília pela democracia e um tributo a Barack Obama juntou em Lisboa cerca de 50 norte-americanos que vivem em Portugal, com cartazes que diziam "Thank you, we will miss you" (Obrigado, vamos sentir a tua falta) e "American vigil for democracy" (Vigília americana pela democracia), reportou a Lusa.

Em Berlim, entre 200 e 300 pessoas, incluindo norte-americanos, reuniram-se no final da tarde frente à sede do partido populista AfD, antes de partirem em direcção à porta de Brandeburgo. Os manifestantes exibiam uma grande faixa com a frase em inglês "Pontes, e não muros", e diversos cartazes "Sim ao amor", ou ainda "Não ao trumpismo global, não à AfD", numa referência ao partido da direita radical Alternativa para a Alemanha.

Em Londres, militantes do "Bridges not Walls", movimento anti-Trump cuja sigla se relaciona com o projecto do novo Presidente norte-americano de construir um muro na fronteira com o México, colocaram uma faixa na Torre de Londres: "Construamos pontes e não muros". Para o início da noite estava prevista uma manifestação na capital londrina frente à embaixada norte-americana convocada por diversas associações antinucleares e antirracistas, com outras concentrações também convocadas para Birmingham, Manchester ou Edimburgo.

Em Bruxelas, diversas centenas de pessoas reuniram-se no final da tarde frente ao Teatro Real de La Monnaie (centro), em resposta ao apelo de diversas associações de defesa dos direitos humanos ou ambientalistas, partidos de esquerda e organizações feministas. A Amnistia Internacional, representantes do Partido Democrata norte-americano, entre outras organizações, também se associaram a esta manifestação designada "lights4rights".

Em Praga, a manifestação anti-Trump foi desconvocada devido à fraca participação.

O sinal de partida destas manifestações tinha ocorrido algumas horas antes da cerimónia de investidura nas Filipinas, antiga colónia norte-americana e com milhões dos seus cidadãos, ou descendentes, a viverem nos Estados Unidos. Cerca de 300 pessoas reuniram-se frente à embaixada dos EUA em Manila ao som da palavra de ordem "Dump Trump" (Atirem fora Trump), com cartazes que proclamavam "Trump, Lixo". 

20 de janeiro de 2017 às 20:51
Canadá quer parceria com Administração Trump na área da segurança

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, felicitou o novo Presidente norte-americano, desejando que o Canadá e os Estados Unidos consolidem a actual parceria para a segurança e o enriquecimento dos dois países.

"O Canadá e os Estados Unidos construíram uma das relações mais estreitas do mundo. Esta parceria é essencial para a nossa prosperidade e segurança comum", escreveu Justin Trudeau, numa mensagem de felicitações a Trump.

20 de janeiro de 2017 às 20:17
Trump tem discurso mais curto desde Carter

Segundo a Meet the Press, o discurso de investidura de Donald Trump foi o mais curto desde a tomada de posse de Jimmy Carter. Apenas 1.433 palavras.

20 de janeiro de 2017 às 19:53
Trump quer Dia do Patriotismo
Trump quer Dia do Patriotismo

Donald Trump já assumiu as primeiras funções oficiais como presidente, tendo assinado as nomeações para o Senado. Além disso, sublinha a Reuters, assinou uma proclamação para estabelecer um Dia Nacional do Patriotismo.

20 de janeiro de 2017 às 19:43
Novos confrontos entre polícia e manifestantes no centro de Washington

Novos confrontos entre as forças policiais e manifestantes estão a ocorrer no centro de Washington, na zona da cidade onde vai decorrer hoje a parada presidencial que assinala a tomada de posse de Donald Trump.

Segundo a polícia da capital federal, citada pela Lusa, foram registadas até ao momento 95 detenções durante os vários protestos que estão a marcar o dia da tomada de posse de Trump.

Nas imagens transmitidas pela estação de televisão CNN, é possível ver um forte dispositivo policial, com vários membros da polícia de choque protegidos com capacetes com viseira e escudos.

20 de janeiro de 2017 às 19:41
Ex-responsável da NATO diz que Trump "não é um homem decente"

O ex-secretário-geral da NATO Javier Solana defendeu, pouco antes da posse de Donald Trump, que o novo Presidente dos Estados Unidos "não é um homem decente".

"A despedida de (Barack) Obama foi a de um homem decente", disse Solana, acrescentando que Donald Trump "que vai governar o mundo, não é decente". "Não conseguimos saber se paga impostos, ou não, quais os seus interesses e o seu alcance", afirmou o também ex-ministro espanhol.

20 de janeiro de 2017 às 19:39
Ex-líder do Ku Klux Klan saúda posse de Trump

O ex-líder do movimento supremacista e racista Ku Klux Klan (KKK) David Duke saudou a tomada de posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos escrevendo no Twitter "Conseguimos!", noticiou a BBC.

"Conseguimos! Parabéns Donald J. Trump presidente dos Estados Unidos da América", escreveu Duke no Twitter cerca de dois minutos depois de o presidente eleito fazer o juramento. David Duke, 66 anos, liderou o movimento racista nacionalista e supremacista Ku Klux Klan nos anos 1970, abandonando-o uma década depois.

20 de janeiro de 2017 às 19:30
Negócios analisa discurso de Donald Trump

Donald Trump tomou posse como o 45.º presidente dos EUA. Celso Filipe, subdirector do Negócios, analisa o discurso proferido na tomada de posse.

 

http://www.jornaldenegocios.pt/multimedia/detalhe/negocios-analisa-discurso-de-donald-trump.html

20 de janeiro de 2017 às 19:22
As seis áreas prioritárias para a administração Trump

A Casa Branca colocou on-line, poucos minutos depois da tomada de posse de Donald Trump, as prioridades da sua administração para os próximos anos. Energia, relações internacionais, emprego, defesa, segurança e acordos comerciais são as áreas escolhidas pelo 45.º presidente dos EUA.

20 de janeiro de 2017 às 18:51
Depois da papelada, Trump chega ao almoço

Donald Trump já chegou ao local onde decorre o almoço que reúne os novos membros da administração americana e vários convidados.


O almoço tem lugar debaixo da principal cúpula do edifício do Capitólio. No total, são 200 os funcionários e dignitários que estão reunidos neste espaço simbólico do Congresso americano, informa o The New York Times.

Para um apaixonado por fast-food como Donald Trump, o menu pode deixar a desejar: o primeiro prato será composto por lagosta do Maine e camarões do Golfo com molho de açafrão e um crumble de amendoim. De seguida, será servido um bife de vaca Seven Hills Angus grelhado, com molho de zimbro e de chocolate negro, acompanhado por um gratinado de batata.

A sobremesa será soufflé de chocolate e gelado de cereja e baunilha.

Os vinhos serão um chardonnay J. Lohr de 2013, um cabernet sauvignon Delicato Black Stallion de 2012, de Napa Valley, e um champanhe Korbel Natural especialmente produzido para a tomada de posse.

Se quiser replicar estes pratos, o Senado divulgou as receitas.

20 de janeiro de 2017 às 18:37
Papa pede a Trump para se guiar por valores éticos e espirituais

O Papa Francisco enviou uma mensagem a Trump minutos depois de este tomar posse. "Vou rezar para que as suas decisões sejam guiadas pelos ricos valores espirituais e éticos que moldaram a história do povo americano e o compromisso do seu país para o avanço da dignidade humana e da liberdade em todo mundo", diz a mensagem reproduzida pela Reuters.

"Sob a sua liderança, que o exemplo da América possa continuar a ser medido, acima de tudo, pela sua preocupação com os pobres, os desterrados e os que passam por necessidades".

20 de janeiro de 2017 às 18:26
Trump assina nomeações para o Senado

Donald Trump está a assinar três tipos de documentos: a permissão para que o general James Mattis possa ser o secretário de Defesa, nomeações oficiais para o Senado e a proclamação do dia nacional do patriotismo, informou o seu novo assessor de imprensa, Sean Spicer, no Twitter.

20 de janeiro de 2017 às 18:21
Trump está a assinar documentos no Capitólio

O presidente dos EUA, Donald Trump, está a assinar um conjunto de documentos no Capitólio, em Washington, rodeado da família e de destacados membros do Partido Republicano. o The Guardian diz que não é possível perceber que documentos são.

A CNN diz que são as nomeações para o seu gabinete.

Ao mesmo tempo, Barack Obama está a despedir-se do seu staff na base aérea de Andrews, no estado de Maryland.

20 de janeiro de 2017 às 18:10
Obama deixa de ser presidente também no Twitter
Obama deixa de ser presidente também no Twitter

Nos minutos que se seguiram à tomada de posse de Donald Trump como presidente dos EUA, a conta de Twitter de Barack Obama como inquilino da Casa Branca mudou de nome, passando para @potus44 (alusão ao facto de ter sido o 44.º presidente do país) e deixando vaga para Trump a designação que até aí tinha utilizado (@potus, acrónimo de president of the United States of America).

Uma busca por @potus45 conduz agora os utilizadores directamente para a conta pessoal de Donald Trump.

20 de janeiro de 2017 às 17:54
O discurso de tomada de posse de Donald Trump na íntegra

O The New York Times já publicou a transcrição na íntegra do discurso de tomada de posse de Donald J. Trump (em inglês).

O discurso contém anotações dos jornalistas do NYT, que enquadram o que foi dito.

20 de janeiro de 2017 às 17:48
Barack e Michelle Obama abandonam o Capitólio

Barack Obama já não é o presidente dos Estados Unidos. Ele e a primeira-dama, Michelle Obama, estão agora a deixar o Congresso norte-americano num helicóptero da Marinha americana.

Esse helicóptero chamava-se "Marine One" enquanto Obama era presidente. Agora, o aparelho já não detém esse título. O helicóptero vai dirigir-se para a base área de Andrews, a 10 minutos do Congresso. O casal vai fazer uma pequena pausa nos próximos dias na Califórnia.

20 de janeiro de 2017 às 17:42
Um discurso populista, nacionalista e depressivo, comenta Roubini

O economista Nouriel Roubini não gostou do discurso de tomada de posse de Donald Trump.

O economista e cientista político Francis Fukuyama diz que Trump falou apenas para uma franja específica da população americana.

20 de janeiro de 2017 às 17:37
Trump promete Governo "controlado pelo povo"

Na posse como 45.º presidente dos EUA, Donald Trump prometeu uma administração que não será controlada por nenhum partido, mas "pelo povo". "Estamos a transferir o poder de Washington DC para vocês", proclamou.

20 de janeiro de 2017 às 17:35
Presidente Trump já tem Twitter

O novo presidente norte-americano já tem a sua conta de Twitter oficial. Para já, a conta ainda não tem qualquer conteúdo mas já acumula 3,7 milhões de seguidores. Na sua conta pessoal, Trump tem 20,6 milhões de seguidores.


20 de janeiro de 2017 às 17:30
O discurso mais populista em muitos anos, diz a CNN

Um dos analistas políticos da CNN diz que este é um dos discursos de tomada de posse "mais radicais de sempre". Um discurso preenchido por "populismos" e com referências que agradam ao eleitorado que o escolheu, afirmou.

20 de janeiro de 2017 às 17:25
"Vamos erradicar o terrorismo radical islâmico da face da Terra"

Donald Trump diz que os EUA não vão impor o seu estilo de vida ao resto do mundo, mas que o país vai "brilhar" para quem o quiser seguir.

E promete "erradicar completamente o terrorismo islâmico radical da face da Terra".

"Quando a América está unida, a América é totalmente imparável. Não pode haver medo. Somos protegidos e vamos sempre ser protegidos" pelas forças de segurança e "acima de tudo, seremos protegidos por Deus".

20 de janeiro de 2017 às 17:19
"A carnificina acaba aqui e agora"

Donald Trump promete acabar com o crime e com o tráfico de droga nos EUA. "O crime, os gangues, e as drogas que nos roubaram tantas vidas... esta carnificina americana acaba aqui e acaba agora".

20 de janeiro de 2017 às 17:15
"O proteccionismo vai-nos trazer grande prosperidade e poder"

Donald Trump está a prometer um país fechado para proteger a riequeza e os empregos dos americanos. Isto porque no passado "a riqueza da nossa classe média foi arrancada dos nossos lares e distribuída por todo o mundo". Mas "a partir de hoje será apenas a América a estar em primeiro lugar".

"Todas as decisões sobre comércio, impostos, imigração ou negócios estrangeiros serão tomadas em benefício dos trabalhadores e das famílias americanas".

Trump promete defender os EUA da "ira de outros países", que "destrói os nossos países". "O proteccionismo vai-nos trazer grande prosperidade e poder", e "a a América vai voltar a ganhar como nunca antes ganhou".

20 de janeiro de 2017 às 17:07
"20 de Janeiro vai ser lembrado como o dia em que as pessoas voltaram a mandar no país"

Donald Trump garante que as pessoas vão começar a ter um papel decisivo nas acções do Governo americano.

20 de janeiro de 2017 às 17:04
"Vamos enfrentar dificuldades e adversidades, mas vamos fazer o nosso trabalho"

Donald Trump já discursa como 45.º presidente dos Estados Unidos.

"Vamos enfrentar dificuldades e adversidades, mas vamos fazer o nosso trabalho".

20 de janeiro de 2017 às 17:00
Trump acaba de tomar posse

Donald J. Trump acabou de fazer o juramento perante o presidente do Supremo Tribunal de Justiça norte-americano, John G. Roberts Jr. A partir deste momento, é o 45.º presidente dos Estados Unidos da América.

Trump fez o juramento com uma mão numa bíblia que tem desde criança e a outra da bíblia de Abraham Lincoln, também usada por Barack Obama.

Foi este o juramento de Trump: "I do solemnly swear that I will faithfully execute the office of president of the United States, and will to the best of my ability, preserve, protect and defend the Constitution of the United States. So help me God."

20 de janeiro de 2017 às 16:56
Pence já fez o juramento

Mike Pence acaba de cumprir o juramento, tornando-se oficialmente vice-presidente dos Estados Unidos.

20 de janeiro de 2017 às 16:43
Já começou a cerimónia inaugural

Já foi dado o tiro de partida, pelo senador republicano RoyBlunt, para a cerimónia que antecede a posse deTrump como 45.º presidente dos Estados Unidos. Além do público presente, também participam na cerimónia os principais representantes dos três poderes institucionais da federação norte-americana: legislativo, executivo e judicial.  

20 de janeiro de 2017 às 16:36
Veja como compara a multidão que foi ver Trump com a que foi ver Obama

A organização espera metade das pessoas a assistir à tomada de posse de Trump, em comparação com a tomada de posse de Obama. Esta foto-composição do correspondente do The New York Times em Washington é elucidativa disso mesmo.

20 de janeiro de 2017 às 16:32
Trump chega ao palanque

Donald Trump já saiu da Câmara dos Representantes, acompanhado por, entre outros, Paul Ryan, líder republicano da câmara baixa do Congresso norte-americano, dando entrada no palanque onde vai decorrer a cerimónia.

O discurso deTrump durará 20 minutos.

20 de janeiro de 2017 às 16:32
O sorriso de Trump antes de descer para o palco onde vai tomar posse

20 de janeiro de 2017 às 16:28
Obama e Biden já estão no palanque

Os presidente e vice-presidente cessantes também já chegaram ao palanque.

20 de janeiro de 2017 às 16:25
Melania Trump também já deu entrada

A futura primeira-dama,MelaniaTrump, também já efectuou a entrada solene. 

20 de janeiro de 2017 às 16:21
Primeira-dama e vice-primeira-dama entram no palanque

As ainda primeira-dama, Michelle Obama, e vice-primeira-dama, Jill Biden, entraram agora no palanque onde irão assistir à cerimónia.

20 de janeiro de 2017 às 16:16
Manifestantes anti-Trump e apoiantes de Trump frente-a-frente

Manifestantes anti-Trump e apoiantes do em breve presidente dos Estados Unidos estão frente-a-frente numa zona já muito próxima do Capitólio. 

20 de janeiro de 2017 às 16:12
Antigos presidentes já esperam no Capitólio

O casal Clinton (Hillary e Bill) e o casal Bush (George w. e Laura) já estão no Capitólio. 

20 de janeiro de 2017 às 16:09
Hillary Clinton em Washington para "honrar a nossa democracia"

Hillary Clinton acaba de publicar noTwitter a justificação para estar presente, em Washington DC, para a tomada de posse deTrump: "Estou aqui hoje para honrar a nossa democracia (...) Nunca deixarei de acreditar no nosso país e no seu futuro".

20 de janeiro de 2017 às 16:05
Caravana presidencial já está a caminho do Capitólio

A caravana que transporta os presidentes e vice-presidentes, cessantes e futuros, dos Estados Unidos já abandonou a Casa Branca, dirigindo-se agora para o Capitólio, onde decorre a cerimónia oficial da passagem de testemunho de Obama para Trump. 

20 de janeiro de 2017 às 16:02
Obama e Trump estão a ir para o Capitólio

O ainda presidente Barack Obama e o presidente eleito Donald Trump já deixaram a Casa Branca e estão a deslocar-se numa caravana automóvel para o Capitólio, sede do Congresso dos Estados Unidos.

Será lá queObama vai passar o testemunho aTrump.

20 de janeiro de 2017 às 16:00
Veja um resumo do que já aconteceu no dia inaugural do presidente Trump

O site Politico colocou umtweet com um resumo em vídeo dos principais acontecimentos do dia em queDonaldTrump sucede oficialmente aObama. 

20 de janeiro de 2017 às 15:55

Dezenas de manifestantes partiram os vidros de um restaurante McDonald's em Washington.

De acordo com o The Guardian, há vários grupos distintos em Washington para protestar contra a eleição de Donald Trump. Alguns deles vestem de preto. Também há elementos do movimento Black Lives Matter. A polícia está a dispersar os manifestantes com recurso a gás pimenta.

20 de janeiro de 2017 às 15:55
Biden também recebeu Pence

A tradição manteve-se na Casa Branca. Também o vice-presidenteJoeBiden e respectiva mulher deram as boas-vindas ao futuro vice-presidente,Mike Pence, e à sua esposa. 

20 de janeiro de 2017 às 15:48
Confrontos nas ruas de Washington

Manifestantes anti-Trump bloquearam ruas que dão acesso ao Capitólio, onde hoje decorre a tomada de posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos. 

Depois de algumas montras partidas, as forças de segurança entraram em acção para dispersar os manifestantes.

20 de janeiro de 2017 às 15:39

Donald Trump deverá ter cerca de 900 mil pessoas a assistir à sua tomada de posse, em Washington DC. As contas são da Reuters e incluem também os manifestantes que se deverão deslocar à capital norte-americana para contestar o novo presidente.

Em 2009, na tomada de posse de Barack Obama, estiveram presentes cerca de 1,8 milhões de pessoas.

Nas redes sociais há já várias fotos a mostrar que a multidão está muito longe de preencher o National Mall, o espaço ajardinado em frente ao edifício do Congresso americano.

20 de janeiro de 2017 às 15:37
Recorde quem é quem na administração Trump
20 de janeiro de 2017 às 15:26
Os Obama receberam o casal Trump

A Sky News publicou um vídeo que mostra a chegada de Donald e Melania Trump à Casa Branca. Como manda a tradição, o casal- desta feita Barack e Michelle Obama - que agora abandona a residência oficial do presidente dos Estados Unidos recebeu os novos inquilinos.

20 de janeiro de 2017 às 15:22
Os Clinton vão assistir à tomada de posse de Trump

Hillary e Bill Clinton já chegaram ao Capitólio. A candidata derrotadapor Trump e o ex-presidente dos EUA vão assistir à tomada de posse do 45.º presidente dos EUA. 

20 de janeiro de 2017 às 15:18
Protestos anti-Trump em Washington

Em paralelo ao início das cerimónias do "dia inaugural" de Trump como presidente dos Estados Unidos, decorre em Washington DC um protesto contra o magnata nova-iorquino. O mote deste protesto é sinalizar que "Trump não é o nosso presidente". 

20 de janeiro de 2017 às 15:15
Trump e Pence foram à missa

Os futuros presidente e vice-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump e Mike Pence, respectivamente, foram com as respectivas famílias à missa. 

Pence postou no Twitter fotografias tiradas durante a cerimónia religiosa.

20 de janeiro de 2017 às 15:06

Antes ainda do início da cerimónia inaugural da presidência de Trump, o em breve presidente dos EUA escreveu no Twitter que "o movimento continua - começa o trabalho".

20 de janeiro de 2017 às 15:03
Obama pede aos americanos que façam pela mudança

No último tweet como presidente dos EUA, Barack Obama apelou aos americanos para continuarem a acreditar na mudança, "não na minha capacidade para fazer a mudança, mas na vossa". "Eu acredito na mudança porque acredito em vocês". 


20 de janeiro de 2017 às 14:59
Wall Street recupera em dia de investidura de Trump

Ao sexto dia, Wall Street arrebitou. Os investidores decidiram dar tréguas aos índices bolsistas e estão a corrigir das quedas recentes neste dia de tomada de posse de Donald Trump como 45º presidente norte-americano.

O índice industrial Dow Jones segue a somar 0,41% para 19.813,63 pontos, depois de ontem ter marcado a sua primeira série de cinco quedas seguidas desde as eleições presidenciais de 8 de Novembro.

Por seu lado, o tecnológico Nasdaq Composite avança 0,42% para se fixar nos 5.563,35 pontos.

Também o Standard & Poor’s 500 segue a negociar em terreno positivo, a valorizar 0,53% para 2.275,81 pontos.

20 de janeiro de 2017 às 14:59
O fim da “era Obama”

O dia em que Trump chega à Casa Branca é também o dia em que Barack Obama se despede da presidência dos Estados Unidos. O Negócios fez um balanço daquilo que ficará para a história como o legado de Obama:

Legado Obama: Did he?
Uma família muito moderna
As melhores fotos de Obama pela lente do seu fotógrafo oficial

20 de janeiro de 2017 às 14:52
As melhores fotos de Obama
As melhores fotos de Obama

20 de janeiro de 2017 às 14:45
O que podemos esperar de "Trump presidente"

Donald Trump torna-se hoje no 45.º presidente dos Estados Unidos. É grande a incerteza em torno da presidência do mais polémico e polarizador candidato eleito para o cargo considerado como o mais importante do mundo. O Negócios deixa aqui um conjunto de textos que tentam antecipar o que podem esperar os EUA e o mundo do presidente Trump:

Quem tem medo de Trumpnomics
Desfazer uma ordem internacional desordenada
Trump e o renascimento do nacionalismo económico
Trump contra o México e os fabricantes automóveis
 

 






A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado 00SEVEN 20.01.2017

Finalmente!
Que bom para os americanos e para o mundo!
Espero que a ditadura do "politicamente correcto" acabe aqui!
Estou farto de mentira e de demagogia esquerdista!

comentários mais recentes
GERINGONCEIRO 21.01.2017

A classe media americana vive mal Longe vão os fabulosos anos 40/50/60 Atenção que estamos a falar da maior potencia economica Os americanos não tem aumento de rendimentos há mais de 30 anos Aceita-se que vivam revoltados. Mas não vai ser o Trump que vai mudar o sistema, pelo contrario vai agrava-lo

GERINGONCEIRO 21.01.2017

Os caranguejolas são mesmo burroides. Andam a elogiar o Trump, esquecendo-se que se ele levantar avante as ameaças que anda a fazer. o mundo vai entrar em convulsão financeira e economica. Eu não acredito que ele cumpra as ameaças. Se o mundo precisa dos USA, tambem eles precisam do mundo.

Anónimo 20.01.2017

Ate que, enfim; terminou a terceira dinastia que nada contribuiram para o progresso da America; Bushes, Clintons, e Obama ; Agora finalmente temos um presidente para a TODOS!!

Criador de Touros 20.01.2017

Vamos ver se o verdadeiro presidente americano neste momento não é Putin...

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
Momentos Chave
pub
pub
pub