Economia O dia num minuto: O processo a Zeinal Bava, os feriados, a bolsa e Mourinho viral

O dia num minuto: O processo a Zeinal Bava, os feriados, a bolsa e Mourinho viral

Foi o dia em que o Parlamento aprovou a reposição dos feriados, em que foram conhecidos os processos da Pharol contra Zeinal Bava e a Deloitte, em que a bolsa voltou a cair.
O dia num minuto: O processo a Zeinal Bava, os feriados, a bolsa e Mourinho viral
Miguel Baltazar
Negócios 08 de Janeiro de 2016 às 20:02

Pharol leva Zeinal Bava a tribunal. A Pharol vai avançar com um processo judicial contra Bava. Ao longo das mais de 150 páginas da acção contra a Deloitte, a que o Negócios teve acesso, são várias as acusações da Pharol contra alguns dos ex-gestores da PT entre 2010 e 2014. E Zeinal Bava não escapa às palavras duras que constam no processo que deu entrada no Tribunal na quinta-feira, elaborado pelos advogados da Cuatrecasas. As investigações da ex-PT SGPS concluem que o gestor terá alegadamente decidido investimentos no GES que "sabia serem ilícitos". Além do antigo CEO da PT SGPS, também a consultora Deloitte vai ser processada pela Pharol, que a acusa de negligência "grosseira".

 

Uma semana para esquecer nas bolsas. Foi a pior semana desde 2011 nas bolsas europeias, à conta da turbulência com origem na China. Cinco sessões, cinco fechos no vermelho. Nem a valorização na sexta-feira das acções chinesas travou a fuga de dinheiro dos mercados accionistas, com o índice pan-europeu a afundar 6,5% na semana.  A Bolsa de Lisboa não escapou à tendência negativa, mas mais conseguiu um saldo bem menos negativo, ao recuar 3,5%. A cotação do petróleo voltou a cair na sexta-feira com a perspectiva de uma menor procura por parte da China, fixando novos mínimos desde 2004. A queda das bolsas é um dos assuntos do filme da semana Negócios. A não perder.

 

Reposição dos feriados aprovada. Os projectos de lei que prevêem a reposição de dois feriados civis foram aprovados na generalidade esta sexta-feira, dia 8 de Janeiro, no Parlamento pelo PS, PCP, Bloco de Esquerda e PAN. PSD e CDS-PP, que tinham aprovado a supressão destes feriados em 2012, abstiveram-se na votação. Os dois dias religiosos deverão ser integrados nestes diplomas mais tarde, na sequência de contactos com a Santa Sé que foram já iniciados pelo Governo. O regresso dos feriados assegura três "pontes" já este ano. Se ainda não o fez, consulte o calendário. E já agora saiba o que pensam os fabricantes de agendas e calendários sobre esta alteração.

 

Fim à vista para execuções fiscais de casas de família. Os deputados também aprovaram na generalidade, esta sexta-feira, os diplomas que pretendem garantir a protecção da casa de morada de família no âmbito de processos de execução fiscal. Os diplomas sobre processos de penhora do Fisco, de diferente alcance, foram apresentados pelas bancadas socialista, do Bloco de Esquerda e do PCP, e contaram ainda com o voto favorável do PAN. PSD e CDS-PP votaram contra.

 

Ponto final na greve dos estivadores. Os sindicatos de estivadores e as gestoras dos portos chegaram a acordo, num processo mediado pelo Governo. A ministra do mar garantiu esta sexta-feira, na sequência da base de entendimento a que chegaram estivadores e operadores  que a greve no porto de Lisboa "termina hoje". O acordo agora conseguido estabelece as bases para a negociação de um novo contrato colectivo de trabalho, que deve estar concluído até ao final de Fevereiro. Espera-se que seja o ponto final em três anos de conflito laboral no Porto de Lisboa, que levou inclusive à saída de armadores.

 

Mercedes-Benz instala centro de apoio europeu em Portugal. A Mercedes-Benz escolheu Portugal para a instalação de um centro de serviços partilhados a nível europeu. A decisão foi tomada pelo grupo automóvel alemão no passado mês de Dezembro e anunciada esta sexta-feira, 8 de Janeiro, pelo presidente da Mercedes-Benz Portugal, Joerg Heinermann. O novo centro ficará instalado na sede da empresa, em Sintra, e representará 25 a 30 postos de trabalho no seu arranque.

 

Exportações para Angola afundam. Têxtil em alta. As exportações portuguesas de bens avançaram 4,5% em Novembro, em termos homólogos, segundo os dados publicados pelo INE na sexta-feira. Uma evolução positiva, depois da contracção registada em Outubro. Nos números ressalta a queda de 33% na venda de bens para Angola nos primeiros 11 meses de 2015. Caso se confirme que o ano fechará perto destes valores, esta será não só a primeira quebra das exportações para esse país desde 2010, como a maior contracção desde 1993. Já no têxtil há boas notícias. O sector está cada vez mais internacionalizado, com 60% das vendas a virem do exterior. Em 2015 poderá mesmo atingir-se o volume de exportações mais elevado em 12 anos.

 

A notícia de Mourinho que se tornou viral. Minutos depois da meia-noite desta sexta-feira, 8 de Janeiro, as redes sociais explodiram com uma notícia do Negócios. O texto garante que José Mourinho foi contratado pela FC Porto Futebol SAD para treinar os azuis-e-brancos durante duas épocas e meia. O título é, sem dúvida, chamativo, e terá enchido de euforia os adeptos dos dragões. Havia apenas um pequeno detalhe: a notícia foi escrita a 23 de Janeiro de 2002 e nada tem que ver com o actual momento desportivo do clube liderado por Jorge Nuno Pinto da Costa. O texto já foi lido mais de cem mil vezes.

 

Fim-de-semana: Do Senhor dos Anéis ao Lago dos Cisnes. Se é um fã do filme Senhor dos Anéis e gosta da banda sonora, saiba que o coro e orquestra da Gulbenkian juntam-se para a interpretar ao vivo, na Fundação Calouste Gulbenkian, na noite de sexta-feira e sábado. No Coliseu do Porto, o Ballet Nacional Ucraniano de Odessa recria o Lago dos Cisnes. Encontra aqui estas e outras sugestões. Pode também aproveitar para ouvir o novo álbum de David Bowie. Leia aqui a crítica.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub