Mundo ONG de todo o mundo dizem que eleição de Guterres é vitória da transparência

ONG de todo o mundo dizem que eleição de Guterres é vitória da transparência

Cerca de 750 organizações não-governamentais (ONG) de todo o mundo, reunidas na campanha "1 for 7 Billion", acreditam que a indicação de António Guterres para próximo secretário-geral da ONU constitui uma vitória da transparência do processo.
ONG de todo o mundo dizem que eleição de Guterres é vitória da transparência
Reuters
Lusa 05 de Outubro de 2016 às 20:26

"O anúncio de hoje é um testamento do impacto do processo mais aberto e inclusivo pelo qual o '1 for 7 Billion' fez campanha. Guterres não era visto como um favorito no início da corrida, era dito que tinha o género e a origem regional errada", disse à Lusa a co-fundadora da "1 for 7 Billion" Natalie Samarasinghe.

 

A responsável da "1 for 7 Billion", que foi constituída com o propósito de que o melhor candidato para o cargo seja escolhido, diz que "foi amplamente considerado que [Guterres] esteve muito bem no diálogo com a Assembleia Geral e noutros eventos, com muitas pessoas a comentares a sua experiência e capacidade de inspirar".

 

A "1 for 7 Billion" (1 por 7 mil milhões), que reúne diferentes organizações, como a Amnistia Internacional ou a Federação das Associações de Comércio Internacional (FITA), e personalidades como o antigo secretário-geral da ONU Kofi Annan, foi uma das vozes mais influentes na exigência de maior transparência na eleição para secretário-geral.

 

A organização continua, no entanto, a pedir mais reformas no processo: "Continuamos a desejar que o processo seja melhorado. Esperamos que seja instaurado um mandato único, mais longo, o que fortaleceria muito fortemente a capacidade de António Guterres ser o líder inspirador de que a ONU precisa".

 

António Guterres ficou à frente e não recolheu nenhum veto na sexta votação do Conselho de Segurança das Nações Unidas, em Nova Iorque, para eleger o próximo secretário-geral da organização.

 

O presidente do Conselho de Segurança das ONU disse aos jornalistas, no final da sexta votação do Conselho de Segurança para secretário-geral, que o organismo espera recomendar "por aclamação" o nome de António Guterres na quinta-feira.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub