Mundo ONU: Próximas negociações de paz na Síria agendadas para 16 de Maio

ONU: Próximas negociações de paz na Síria agendadas para 16 de Maio

A próxima ronda de negociações de paz entre o Governo da Síria e a oposição decorrerá no próximo dia 16 em Genebra, informou esta segunda-feira, em comunicado, o mediador da ONU para o conflito, Staffan de Mistura.
ONU: Próximas negociações de paz na Síria agendadas para 16 de Maio
Lusa 08 de maio de 2017 às 23:29

As Nações Unidas esperam que esta ronda e as seguintes façam avançar uma solução diplomática para o conflito sírio, com base no quadro aprovado pelo Conselho de Segurança, sobre o qual De Mistura prevê informar antes de final deste mês.

 

A anterior ronda, a quinta do chamado processo de Genebra, terminou no passado a 31 de Março com uma leitura esperançada do organismo dirigido pelo português António Guterres, por terem sido abordados, pela primeira vez, "com substância e em detalhe" os pontos da agenda acordada.

 

Porém, as duas partes saíram da cidade suíça entre recriminações mútuas e acusações de falta de vontade real em avançar para um acordo de paz.

 

As novas discussões decorrerão depois de, na semana passada, Rússia, Turquia e Irão concordarem em criar quatro zonas seguras no país, de forma a reduzirem a violência e facilitar a proteção à população civil.

 

O regime de Damasco comprometeu-se hoje a respeitar o acordo, mas advertiu que responderá a possíveis violações do pacto, enquanto a oposição se desmarcou do pacto devido à participação do Irão no processo.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub