Mundo ONU reforça sanções contra Coreia do Norte

ONU reforça sanções contra Coreia do Norte

O Conselho de Segurança da ONU adoptou este sábado, por unanimidade, uma resolução reforçando fortemente as sanções impostas à Coreia do Norte, que, se for respeitada, privará Pyongyang de mil milhões de dólares de receitas anuais.
ONU reforça sanções contra Coreia do Norte
Negócios com Lusa 05 de agosto de 2017 às 21:51

Uma nova resposta aos programas balístico e nuclear norte-coreanos, o texto representa um êxito para os Estados Unidos, que conseguiram convencer a China – principal apoiante de Pyongyang – e a Rússia a aumentar a pressão internacional sobre a Coreia do Norte, acusada de ser uma "ameaça global".

 

A resolução 2371 visa proibir a obtenção de receitas das exportações norte-coreanas, nomeadamente nos sectores do carvão, do ferro e das pescas.

O regime norte-coreano, liderado por Kim Jong-un, tem vindo a fazer sucessivos testes de lançamento de mísseis, tendo já lançado um novo modelo de míssil balístico intercontinental (ICBM), capaz de transportar uma ogiva nuclear de grande dimensão.

 

O presidente norte-americano, Donald Trump, tem vindo a condenar estas operações e disse que iria "todas as medidas necessárias" para proteger o seu país e os aliados na região, tendo também criticado várias vezes a China pela sua "inacção".

 

A Coreia do Sul e os Estados Unidos têm também realizado a testes com mísseis balísticos, em resposta a Pyongyang.




pub