Justiça Operação Lex: Ministério Público abre inquérito a violação do segredo de justiça

Operação Lex: Ministério Público abre inquérito a violação do segredo de justiça

O Ministério Público abriu um inquérito relativo à violação de justiça no âmbito da Operação Lex, revelou hoje a procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal.
Operação Lex: Ministério Público abre inquérito a violação do segredo de justiça
Miguel Baltazar
Lusa 02 de fevereiro de 2018 às 19:27

Em causa está o facto de jornalistas terem chegado primeiro do que as entidades judiciais ao local das buscas realizadas na terça-feira, designadamente à casa do juiz desembargador Rui Rangel, arguido no processo.

 

À margem do XI Congresso do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, que se iniciou hoje no Funchal, a procuradora-geral da República lamentou a violação do segredo de justiça no caso do juiz Rui Rangel, adiantando que "já foi aberto um inquérito".




A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Aliança povo/MFA Há 3 semanas

Para aqueles advogadozecos que vou vendo nas TVs sem contraditório e com a gravata do Benfica e que acusam o M.P. de prepotência sobre os Juizes presos ou arguidos , eu pergunto : Srs advogados acham que era previsível um Juiz desembargador vender sentenças? Logo o M.P. deve usar o chicote se tiv

Aliança povo/MFA Há 3 semanas

Assim , os grandes responsáveis pela corrupção em Portugal são em primeiro lugar o Pavão de Boliqueime como PR deixou Pinto Monteiro e Socas fazer o que quiseram , depois os partidos que alteram as leis e permitiram a prepotência dos magistrados Agora quem quiser acabar com eles encontra resistenci

Aliança povo/MFA Há 3 semanas

Como eu estava a contar ,e eu digo a verdade, com os processos Casa Pia e Socas alteraram as leis e puseram num único magistrado a possibilidade de veredito absoluto sem contestação .Ora isso foi o convite à corrupção foi só procurar a pessoa certa e essa pessoa parece que foi o Rangel

Aliança povo/MFA Há 3 semanas

Os do Benfica não lhes interessa se é verdade o que soa alegam sempre a ilegalidade da obtenção da prova ,agora é o segredo de justiça não o crime praticado. É praticamente impossível prender um magistrado isso aconteceu com leis PS do tempo do PInto Monteiro e Socas com a bênção da Ass.Rep.

ver mais comentários
pub