Impostos Orçamento terá nova tarifa social da água com aplicação automática

Orçamento terá nova tarifa social da água com aplicação automática

De acordo com a SIC, que avança a notícia, a medida foi negociada nos grupos de trabalho entre o Governo, o Partido Socialista e o Bloco de Esquerda para ser aplicada já no ano que vem.
Orçamento terá nova tarifa social da água com aplicação automática
Bloomberg
Negócios 11 de Outubro de 2016 às 22:55

O Governo estará a preparar a criação de uma nova tarifa social para a água, à semelhança do que já acontece com a electricidade. De acordo com a SIC, que avança a notícia, a medida está a ser negociada no âmbito da proposta de Orçamento do Estado para 2017 que esta semana será entregue na Assembleia da República.

Assim, a medida entraria em vigor já no próximo ano, alcançando - segundo aquela estação de televisão - os mesmos 630 mil a 700 mil consumidores considerados mais desfavorecidos que já beneficiam da tarifa na electricidade.

Tal como no caso da energia, a sua aplicação deverá ser automática e estender-se a todos os concelhos do país. Não haverá assim necessidade de os potenciais beneficiados se candidatarem a obter este benefício social.

A medida, refere a SIC, vai a dicussão esta quarta-feira no Parlamento e foi negociada nos grupos de trabalho que juntam o Governo, o PS e o BE.




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas

A esta medida chama-se desorçamentação do estado no que estado social. Não podemos continuar a financiar o estado social com o orçamento do estado? Há quem diga que temos que controlar o défice? Não há crise! Criam-se subsistemas de subsidiação cruzada entre consumidores (logo fora do orçamento).

É assim na habitação, é assim na energia, vai ser assim na água e resíduos. Em breve virá algo similar na educação,... e saúde,... e justiça,... e segurança.

... e os governos vão poder dizer que melhoram o estado social sem custos para o orçamento...

... e quem é beneficiado aplaude...

... e quem tem que suportar medidas alheias, suporta...

... e o orçamento de estado continua igual mas sem necessidade de fazer face a estas questões...

... e a gestão danosa dos orçamentos pelos sucessivos governos poderá alegremente continuar.

comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

o povo português é que sabe! e que bem que sabe quando tem um ditado que diz: "ao menino e ao borracho põe Deus a mão por baixo".

Estas políticas, no longo prazo, a servirem para alguma coisa é criar uma turba de portugueses subsídio-dependentes que nada produzem e tudo reivindicam. Estamos a assistir à menoridade de uma sociedade, travestida de justiça social.

Àquele que cresce e assume (por oposição ao menino e ao borracho), toca a assumir ainda mais.

Paula Serra Há 3 semanas

Leram o mesmo que eu?...

Mauricio Sousa Há 3 semanas

paga e nao guincha..há que alimentar o eleitorado..

Anónimo Há 3 semanas

A esta medida se chama justiça social. Quem pode, deve pagar, quem n pode, deve ser ajudado. Quem n percebe isto, é parvo. As tarifas da agua são das mais elevadas da UE, o que se deve fazer e analisar porquê q em alguns municípios se paga quase mais de 50% pelo preço da agua do q noutros logo ali ao lado, aqui há marosca da grossa.

Resposta de Anónimoa Anónimo Há 2 semanas

A esta medida chama-se desorçamentação do estado no que estado social. Não podemos continuar a financiar o estado social com o orçamento do estado? Há quem diga que temos que controlar o défice? Não há crise! Criam-se subsistemas de subsidiação cruzada entre consumidores (logo fora do orçamento).

É assim na habitação, é assim na energia, vai ser assim na água e resíduos. Em breve virá algo similar na educação,... e saúde,... e justiça,... e segurança.

... e os governos vão poder dizer que melhoram o estado social sem custos para o orçamento...

... e quem é beneficiado aplaude...

... e quem tem que suportar medidas alheias, suporta...

... e o orçamento de estado continua igual mas sem necessidade de fazer face a estas questões...

... e a gestão danosa dos orçamentos pelos sucessivos governos poderá alegremente continuar.

ver mais comentários
pub