Justiça Os 11 processos que têm a marca de Joana Marques Vidal

Os 11 processos que têm a marca de Joana Marques Vidal

O ano de 2017 foi movimentado para o Ministério Público e o de 2018 – que será também o último deste mandato da PGR – promete ir pelo mesmo caminho. A Operação Lex, que nos últimos dias saltou para a ribalta, é apenas um dos inquéritos que passaram recentemente pela mesa da procuradora-geral.
Filomena Lança 01 de fevereiro de 2018 às 17:45

A sensação que passa é que o Ministério Público "vai a todas" e tudo investiga. Desde o surto de Legionella no Hospital de São Francisco Xavier às alegadas adopções irregulares por membros da IURD, do jogo da Baleia Azul às viagens dos secretários de Estado ou, mais recentemente, o pedido do ministro das Finanças para assistir a um jogo do Benfica no camarote presidencial do estádio (este arquivado em tempo recorde), nada escapa à avaliação dos magistrados, que, aparentemente, estarão mais activos do que nunca.

E os números parecem apontar nesse sentido. Num relatório sobre corrupção e crimes conexos datado de Dezembro último, a Procuradoria-Geral da República (PGR) contabilizou a abertura de 2.204 inquéritos no período entre Setembro de 2016 e Agosto 2017. Recuando um pouco no tempo, entre Setembro de 2014 e Agosto 2015 tinham sido 1.741 e entre Setembro de 2013 e  Agosto de 2014, um número ainda mais inferior: 1.619.

Em final de mandato e ainda sem saber se será ou não reconduzida, Joana Marques Vidal parece não ter descanso e os últimos meses que lhe restam, até Outubro, prometem ser movimentados. Eis os grandes processos que nos últimos tempos tem em cima da mesa, uns ainda em fase de lançamento, outros já a caminho (ou não) de uma acusação ou de um julgamento. 




pub