Economia Os vídeos mais vistos de 2017

Os vídeos mais vistos de 2017

Quais as alterações nos escalões do IRS em 2018? Ou as consequências de se pedir a fotocópia do cartão do cidadão estão entre os vídeos do Negócios mais vistos em 2017. Reveja os 10 vídeos que geraram maior interesse no último ano.
Os vídeos mais vistos de 2017
Negócios 31 de dezembro de 2017 às 16:00

1. O seu IRS baixa em 2018?

O Governo começou por só prometer a descida do IRS para salários e pensões mais baixos, mas acabou por promover um alívio fiscal amplo, que ainda apanha quem está no penúltimo escalão. Elisabete Miranda, redactora principal no Negócios, explica-lhe os impactos da última tabela de IRS para 2018 que foi negociada com o Bloco de Esquerda e o PCP.

A carregar o vídeo ...



 

2 - Exigir fotocópia do cartão de cidadão é ilegal e dá multa. Saiba o que pode fazer

 Pedir fotocópias tornou-se uma rotina, um hábito instalado, tanto em serviços públicos como privados. No entanto, desde 2007 que é proibida por lei. Para garantir o cumprimento, o Governo vai agora avançar com uma nova lei que prevê multas de 250 a 750 euros para quem insistir na exigência. Filomena Lança, redactora principal do Negócios, explica.

A carregar o vídeo ...

 




3. Vão acabar as sardinhadas?

Um parecer do organismo científico que aconselha a Comissão Europeia voltou a soar os alarmes. Portugal deve suspender totalmente a pesca de sardinha. E mesmo 15 anos sem sardinha à mesa podem ser insuficientes para repor os níveis mínimos no mar, explica o editor de Economia do Negócios.

A carregar o vídeo ...

 

 


4. BCE critica os limites aos pagamentos em dinheiro vivo. Saiba porquê

Os deputados à Assembleia da República acordaram acabaram com a possibilidade de se usar numerário em transacções de valor superior a 3.000 euros, mas o Banco Central Europeu é bastante crítico da opção. Elisabete Miranda, redactora principal do Negócios, explica o que está em causa.

A carregar o vídeo ...




 

5. O que estão os bancos a exigir para dar isenção de custos nas contas?

Os bancos nacionais têm implementado condições que restringem o acesso à isenção de manutenção de conta. Além do salário exigem saldos médios acima de 5.000 euros, mas nalguns casos este montante sobe até 50 mil euros. A jornalista Patrícia Abreu explica o que está a acontecer.

A carregar o vídeo ...

 

 


6. Porque Portugal não foi escolhido pela Easyjet para sede europeia?

Bruno Simões, jornalista do Negócios, explica as razões que levaram a Easyjet a pedir o certificado de operador aéreo europeu na Áustria, preterindo Portugal.

 

A carregar o vídeo ...




7. Em Lisboa há uma empresa que explora sozinha 147 casas para turistas

Chama-se Lisbon Apartments e é, em números, a empresa que mais unidades de alojamento local explora na cidade de Lisboa. À semelhança do que acontece com a maioria das empresas na área, todos os seus imóveis são arrendados. O sector sublinha que estes casos são uma minoria no panorama global do alojamento local.

A carregar o vídeo ...

 

 




8. Redução de IRS chega a cada vez mais gente

À medida que o tempo passa, o Governo vai cedendo às pressões do Bloco de Esquerda e do PCP para alargar o alívio fiscal do IRS a mais contribuintes. O editor de Economia do Negócios, Manuel Esteves, explica-lhe o que mudou nos últimos meses e o ponto de situação das negociações do IRS.

A carregar o vídeo ...

 

 



9. Juncker chama "ridículo" a Parlamento Europeu vazio

O presidente da Comissão Europeia classificou hoje o Parlamento Europeu de "ridículo", num debate em que participaram cerca de 30 dos 751 eurodeputados, palavras que lhe valeram uma repreensão do líder do hemiciclo, ameaçando nunca mais participar num debate assim.

A carregar o vídeo ...

 




10. Pedras de xisto com 500 milhões de anos alavancam economia de Foz Côa

Pedras de xisto "únicas" formadas há 500 milhões de anos, num lugar que já foi um oceano, alavancam a economia do concelho de Foz Côa, que as exporta para todo o mundo, para serem aplicadas em diversos trabalhos.

A carregar o vídeo ...



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar