Mundo Papa lamenta que resgatar bancos seja mais importante que salvar refugiados

Papa lamenta que resgatar bancos seja mais importante que salvar refugiados

O Papa Francisco lamentou este sábado que sejam destinadas "somas escandalosas" de dinheiro para salvar bancos em dificuldades, mas não se invista "nem uma milésima parte" na ajuda a refugiados e migrantes.
Papa lamenta que resgatar bancos seja mais importante que salvar refugiados
Reuters
Lusa 05 de Novembro de 2016 às 17:28

"Que se passa no mundo de hoje que, quando um banco entra em bancarrota, aparecem imediatamente somas escandalosas para o salvar, mas quando há esta bancarrota da humanidade, não há nem uma milésima parte para salvar esses irmãos que sofrem tanto?", questionou o Papa este sábado, citado pela agência EFE.

 

O Papa falava no encerramento do III Encontro Mundial de Movimentos Populares, para membros de organizações que trabalham com populações carenciadas e que juntou em Roma cerca de 5.000 participantes.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub