Política Passos acusa Governo de ter deixado Presidente "dar cara" por Pedrógão e Tancos

Passos acusa Governo de ter deixado Presidente "dar cara" por Pedrógão e Tancos

Depois de o PS ter apontado a inexistência de sentido de Estado na actuação do PSD, o presidente social-democrata criticou um Governo que "praticamente meteu férias" e que deixou o Presidente da República "a dar a cara pelos problemas" de Pedrógão Grande e Tancos.
Passos acusa Governo de ter deixado Presidente "dar cara" por Pedrógão e Tancos
Luís Costa/Correio da Manhã
Lusa 26 de setembro de 2017 às 12:22
O líder do PSD devolveu esta terça-feira, 26 de Setembro, as acusações de falta de sentido de Estado ao PS, salientando que o Governo "praticamente meteu férias" e deixou o Presidente da República "a dar a cara pelos problemas" de Pedrógão Grande e Tancos.

No final de uma acção de campanha autárquica com o candidato do partido à Câmara de Águeda, Passos Coelho foi questionado sobre as críticas que lhe foram feitas pelo secretário-geral do PS, António Costa, na segunda-feira à noite em Loures, quando disse que o PSD "perdeu o sentido de Estado" e que este "não é o PSD que os portugueses e as portuguesas conheceram".

"Em matéria de sentido de Estado, o primeiro-ministro devia olhar com mais atenção para os aliados que escolheu para governar. E depois do que aconteceu este verão, quer com Pedrógão quer com Tancos, ver um Governo que praticamente meteu férias e deixou o senhor Presidente da República a tratar de dar a cara pelos problemas sérios que afectaram as pessoas, creio que para sentido de Estado estamos todos conversados", acusou Passos Coelho.



pub