Política Passos Coelho diz que crescimento económico do país "continua medíocre"

Passos Coelho diz que crescimento económico do país "continua medíocre"

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, disse hoje que o crescimento económico do país "continua a ser medíocre" quando comparado com o passado e com países como Espanha e Irlanda, atribuindo à diferença de políticas públicas esta situação.
Passos Coelho diz que crescimento económico do país "continua medíocre"
Miguel Baltazar
Lusa 22 de janeiro de 2017 às 15:22

"O que vemos quando comparamos não deixa margem para dúvidas, esses países crescem a um ritmo muito superior àquele que nós observamos em Portugal, mesmo sabendo que em 2016 o desempenho económico será um pouco melhor do que aquele que o Governo tinha projectado", disse Passos Coelho, no discurso que encerrou o XXII congresso do PSD/Açores, em Rabo de Peixe, no concelho da Ribeira Grande.

 

Segundo o social-democrata, "na verdade continua a ser medíocre quando comparado com o passado, com aquele" que o Governo de coligação PSD/CDS-PP deixou, e "particularmente medíocre quando comparado com aquele que se vê em Espanha ou com o que se vê na Irlanda".

 

"Porque é que a Espanha cresce mais do dobro do que cresce Portugal, apesar de ter estado quase um ano sem governo? Porque é que a Irlanda cresce significativamente mais do que Portugal e mais até do que a Espanha?", questionou, considerando que é na diferença das políticas públicas que tem de ser encontrada a justificação para o resultado "muito diferente" daqueles países.

 

Para Passos Coelho, esses países "ultrapassaram a suas crises, fizeram as suas reformas e caminharam em frente, reforçaram a confiança dos investidores" e "pagam pelo financiamento do Estado muito menos do que Portugal", sendo que "Espanha paga metade" e a Irlanda "a quarta parte" do que paga o país.

 

"O que está errado não é a nem a Comissão Europeia, nem a Europa, nem o contexto ou conjuntura externa, o que está errado são as políticas que temos seguido", argumentou.




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 23.01.2017

ESTE DESCARACTERIZADO ACÉFALO - ISSO MESMO NÃO TEM CÉREBRO - NÃO PODE LEMBRAR-SE DO QUE FOI O SEU DESGOVERNO COMPARADO COM O DA IRLANDA EM TERMOS DE CRESCIMENTO QUE AGORA RELEMBRA. MAS PODERÁ ESTE ESCROQUE ALGUMA VEZ SER COMPARADO A UM DIRIGENTE IRLANDÊS? HÁ GERMENS QUE NUNCA MAIS TÊM VERGONHA!!!

comunista marxista-leninista 22.01.2017

O Diabo, seu melhor aliado e amigo, fez-lhe o manguito, coitado. Ele sozinho não consegue destruir Portugal.

Lurdes 22.01.2017

Tótó

Falou um medíocre 22.01.2017

Vai trabalhar aldrabão

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub