Política Passos Coelho "gostaria muito de voltar ao Governo" mas com país melhor que em 2011

Passos Coelho "gostaria muito de voltar ao Governo" mas com país melhor que em 2011

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje que "gostaria muito de voltar ao Governo", mas encontrar o país em condições "muito melhores" do que encontrou em 2011.
Passos Coelho "gostaria muito de voltar ao Governo" mas com país melhor que em 2011
Paulo Duarte
Lusa 07 de janeiro de 2017 às 15:02

"O PSD é muito preciso e havemos de voltar ao Governo. Mas eu gostaria muito de voltar ao Governo em condições muito melhores do que em 2011", afirmou Passos Coelho, em Barcelos, durante um almoço com uma centena de empresários.

 

Para o líder do PSD, o actual Governo socialista "passou um ano inteiro a fazer reversões" das medidas tomadas pelo anterior executivo PSD-CDS, e "ainda olha para 2017 a pensar que há mais coisas para reverter".

 

"Se as coisas já tinham passado a situação mais difícil, por que havemos de andar a destruir o que fizemos?", questionou.

 

Pedro Passos Coelho referiu que Portugal, com este Governo, "está a perder oportunidades" em relação a outros países com quem compete, com uma economia a " crescer menos do que o necessário" e com a criação de emprego "a aumentar cada vez menos".

 

Por isso, fez votos para que, em 2017, o Governo "aprenda com os erros" e tenha "o golpe de asa" o golpe de asa necessário para pôr a economia a crescer mais.

 

"É uma questão de confiança e de fé. Eu não acredito, mas gostaria muito de estar errado nisso e de ser surpreendido", acrescentou.

 

Para o líder social-democrata, 2017 poderá ser o "ano da clarificação", em que "se torne claro que há um preço para este tipo de governação" do PS.

 

"Não é preciso que tudo caia no chão para que as pessoas percebam as diferenças [entre a governação do PSD e do PS]", disse ainda, em jeito de apelo ao executivo de António Costa para parar com a reversão das medidas tomadas pelo governo anterior.

 

É que, rematou Passos Coelho, gostava de voltar ao Governo "não para fazer o que já tinha feito" mas sim para fazer "mais e melhor".

 




A sua opinião57
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado SIMOESbenfica Há 2 semanas

Só se os portugueses estivessem a enlouquecer alguma vez mais colocariam este Sr como 1º Ministro. Os Conselhos de Ministros liderados por este sujeito eram um verdadeiro inferno. Todos sabíamos, com antecedência, que vinha aí mais uma dentada nos nosso rendimentos, só não sabíamos onde e como. Ao menos, agora, sabemos que teremos de ser comedidos nos gastos, mas não não estamos sempre à espera de levar com o cutelo. Os conselhos de ministros não são uma câmara de produção de horrores. Então, os pobres velhos eram as principais vitimas deste Senhor Passos Coelho, com a criação de impostos só destinados a eles, como foi a famigerada CES, que mais ninguém pagava, a não ser os reformados. DEUS NOS ACUDA e nos livre deste tipo de pessoas...

comentários mais recentes
Carlos Há 2 semanas

Frase muito infeliz,este senhor não reconhece os seus erros ...só aponta os erros da oposição...afastou-se do povo e da classe média...não tem futuro...

90 milhões no Efisa do Relvas Há 2 semanas

Conta aí aldrabão sem vergonha

28Outubro Há 2 semanas

Só pode querer que este aldrabão a governar este país, aqueles que que durante quatro anos foram beneficiados pela maioria de ladrões que deixou este país de rastos. Famílias que perderam a casa, emigração, desemprego cortes nas reformas, alterou o código do trabalho a favor do amigo patronato...

AS "MARAVILHAS" DAS PRIVATIZAÇÕES DO PULHA PASSOS Há 2 semanas

A coroa da glória para este biltre, ladrão da TECNOFORMA, é ter vendido ao desbarato o melhor de Portugal.
Apenas um exemplo : A EDP, vendida maioritariamente aos chinocas, dava cerca de 1.000 milhões / ano de lucro ao Estado (a todos nós).
Agora, grande parte desses lucros voam para a China

ver mais comentários
pub