Eleições Passos Coelho volta a remeter para terça-feira qualquer avaliação nacional das autárquicas

Passos Coelho volta a remeter para terça-feira qualquer avaliação nacional das autárquicas

O líder do PSD reiterou que o partido fará uma avaliação nacional do resultado das eleições autárquicas, mas recusou fazê-lo para já. Vai esperar pelas reuniões da comissão política e do conselho nacional, que decorrem esta terça-feira.
Passos Coelho volta a remeter para terça-feira qualquer avaliação nacional das autárquicas
Raquel Wise
Sara Antunes 02 de outubro de 2017 às 17:00

Pedro Passos Coelho considerou que fazer uma avaliação dos resultados das autárquicas é "prematuro" já que esta terça-feira será feita "uma avaliação com mais detalhe dos resultados das autárquicas" pela comissão política do partido, à tarde, e pelo conselho nacional, à noite.

 

"Só depois disso poderemos dizer alguma coisa do ponto de vista de mensagem nacional que possa ter relevância", acrescentou o líder do PSD esta segunda-feira, 2 de Outubro, à saída da reunião com o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações transmitidas pelas estações de televisão.

 

Este encontro serviu para o PSD "dar conta o que achava que eram as condições para o exercício orçamental para este ano", para 2018 e seguintes. "Sabemos que precisamos de crescer significativamente mais do que temos crescido", e isso implica opções económicas que não são as que têm sido tomadas, defendeu Passos Coelho.

 

"Trocámos algumas impressões, mas [o Orçamento] é uma matéria sobre a qual há muito pouco para conversar, na medida em que ainda não há" documento do Governo, acrescentou.




A sua opinião15
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Água Ráz 02.10.2017

Não cedas .O Costa sem querer destruiu a geringonça deixa-os miar que vais ganhar .Eles vão-se acusar uns aos outros e vão destruir a Autoeuropa a incompatibilidade vem desde o 25A é mais fácil o PS entender com o centro direita como sempre fez do que ligar ao PCP o atrevimento do Costa vai pagar

Criador de Touros 02.10.2017

(Cont.)... mas a destruição da direita é da responsabilidade do presidente Marcelo. Isto é, Marcelo para se proteger teve de destruir a direita portuguesa, Passos, o PSD e o CDS. Marcelo mostrou também que não seria capaz de ser o fiel da balança de governos minoritários. Mas a Holanda consegue ser governada sem governo !... Portugal não consegue ser governado, por Marcelo, entre aspas, com governos minoritários. Marcelo é um político capaz de fazer o fácil, fugindo das dificuldades. As dificuldades são para políticos com dimensão de estadista, não para ele.

Criador de Touros 02.10.2017

Um pouco de história do PSD recente: Passos não apoiou a candidatura de Marcelo; depois de eleito presidente Marcelo destruiu as veleidades de Passos e da direita portuguesa; neste momento Passos e a direita estão de rastos, até parece mal a um estranho, quanto mais a uma pessoa da direita democrática como eu. Quanto a Marcelo, está radiante. António Costa, obviamente, radiante está, pois aos poucos vai metendo também o PCP e o Bloco de Esquerda no bolso. Mas a destruição d

Afunda tecnomanhoso 02.10.2017

Afunda aí!!!

ver mais comentários
pub