Política Passos: "Não fomos nós que vendemos a alma ao diabo para governar"

Passos: "Não fomos nós que vendemos a alma ao diabo para governar"

O presidente do PSD acusou hoje o PS de ter vendido a "alma ao diabo" para governar, referindo-se à coligação com BE, PCP e Verdes, e de apenas estar preocupado "com a sua sobrevivência política no dia-a-dia".  
Passos: "Não fomos nós que vendemos a alma ao diabo para governar"
Lusa 27 de setembro de 2017 às 15:37

Num almoço de campanha com o candidato apoiado pelo PSD à Câmara Municipal de Coimbra, o independente Jaime Ramos, Pedro Passos Coelho reiterou a acusação ao Governo de sacrificar a prestação de "serviços públicos essenciais", na saúde, educação, inovação mas também protecção civil, segurança ou defesa.

 

"Porque se sacrifica tanto nos serviços que se prestam às pessoas? Isso acontece quando os políticos só estão preocupados com a sua sobrevivência política no dia-a-dia", criticou o líder do PSD.

 

Passos Coelho defendeu que o seu partido "tem uma abordagem totalmente diferente", admitindo que talvez seja essa a razão pela qual o PS e o Governo têm acusado o PSD de falta de sentido de Estado.

 

"Não fomos nós que vendemos a alma ao diabo para governar, não fomos nós que andámos a fazer de conta que problemas como os da segurança ou do euro eram questões menores", afirmou.

 

Passos Coelho socorreu-se dos dados mais recentes da execução orçamental para defender que "o padrão" de cortes na despesa de capital está a ser o mesmo do ano passado e sublinhou que não se trata apenas de cortes em obras públicas mas em serviços essenciais.

 

"A saúde está a pão e água, há dinheiro para salários, mas não há para mais nada", exemplificou.

 

Para Passos Coelho, se o padrão seguido este ano for o mesmo do ano passado o resultado será "uma degradação" dos serviços em todas as áreas essenciais.

 

"Chama-se a isto sacrificar o longo prazo e o futuro para poder criar a ilusão de que a curto prazo tudo vai bem", criticou.

 

O líder do PSD apontou como outro exemplo de investimento sacrificado o das acessibilidades em vários distritos e, no caso de Coimbra, da Via dos Duques, que deveria ligar a cidade a Viseu por auto-estrada.

 

"Ficou na prateleira, se tivesse de sair da prateleira tinha de ir a défice e o Governo não podia dizer, como diz, que é possível fazer essa espécie de milagre das rosas - já que estamos em Coimbra - de que bastou mudar o Governo e tirar de lá os malévolos para que fosse possível toda a gente viver melhor", ironizou.

 

O líder parlamentar do PSD, Hugo Soares, que hoje discursou no almoço, aproveitou também a sua intervenção para atacar o PS, que acusou de criar "casos e casinhos" nesta campanha eleitoral.

 

"O PS tem o topete, a ousadia, de acusar o PSD de não ter sentido de Estado, ao mesmo tempo que nos acusa de fabricar relatórios e plantar notícias nos jornais. O PS confunde os nossos hábitos com os do PS, nós não fabricamos nem plantamos relatórios", afirmou, defendendo que os socialistas "devem ao país" uma explicação sobre o que aconteceu com o furto do material militar em Tancos.

 

 




A sua opinião28
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado TinyTino Há 3 semanas

Será este o mesmo diabo que vinha a caminho no ano passado? Ou será outro? Seria um diabo cobrador que vinha buscar as almas?... Passos, um líder sempre com assuntos importantes do país a alimentar a comunicação social: o crescimento, o emprego, a habitação, a saúde, a educação, e... claro está... os pobres diabos.

comentários mais recentes
eleitor Há 3 semanas

Mas que aflição reina no Laranjal , na Sede do Clube e nestas paginas . Tenham calma , o Domingo da vossa derrota está próximo !

Normal, normalíssimo Há 3 semanas

O Passos falou e disse uma verdade desagradável ao PS...temos pena!
A canzoada da máquina PS tira logo o açaime!
Aí desse lado, és tu galamba? Olha, no domingo vai levar uma galambada... das fortes!

Anónimo Há 3 semanas

Estás a fazer a critica a ti próprio.
Continuasses no poleiro c a cambada q te acompanhava o país n existia. Terias vendido tudo c o diabo incluído.

Anónimo Há 3 semanas

Mas que noção de democracia é que este indivíduo tem ? Será que para o PSD os eleitores do BE e do PCP não são portugueses como os outros ? Que nojo !

ver mais comentários
pub