Função Pública Passos garante que subsídio de férias em 2014 será pago na data habitual

Passos garante que subsídio de férias em 2014 será pago na data habitual

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, disse hoje, em Viena, que o modelo de pagamento do subsídio de férias dos funcionários públicos e pensionistas vigorará apenas este ano, de "forma excepcional".
Passos garante que subsídio de férias em 2014 será pago na data habitual
Reuters
Lusa 20 de junho de 2013 às 17:02

O modelo de pagamento do subsídio de férias para 2013 dos funcionários públicos e pensionistas "não se vai manter para o próximo ano", disse o primeiro-ministro, em resposta aos jornalistas, à margem da reunião do Partido Popular Europeu (PPE), a maior família política europeia.

 

Pedro Passos Coelho afirmou que a forma de pagamento vigorará este ano, "de forma excepcional, porque o Orçamento [do Estado] teve de ser alterado em função da decisão do Tribunal Constitucional".

 

O primeiro-ministro disse ainda que, em 2014, o "problema não se põe", pelo que os subsídios "serão pagos dentro das datas normais que são pagas a toda a gente".

 

Passos Coelho falava aos jornalistas depois de, na quarta-feira, o Presidente da República ter promulgado a proposta de lei que regula a reposição do subsídio de férias para 2013 dos funcionários públicos e pensionistas.

 

O diploma estabelece o pagamento dos subsídios de férias em Novembro aos funcionários, reformados e pensionistas do sector público que recebem vencimentos acima dos 1100 euros.

 

Abaixo dos 600 euros de salário mensal, os subsídios serão pagos em Junho e entre os dois valores, uma parte é paga em Junho e a restante em Novembro, segundo a proposta de lei, cujo histórico publicado no 'site' do Parlamento indica ter sido enviada hoje para Belém.

 

Hoje, o primeiro-ministro afirmou ficar "espantado" com o facto de se estar a fazer "uma polémica à volta da questão dos subsídios", acrescentando que "a proximidade de eleições deve ter, com certeza, alguma coisa a explicar em função desta demagogia que está a ser feita".

 

Passos Coelho disse ainda que o Presidente da República, Cavaco Silva, "deu prioridade" ao tema, o que considerou ser "positivo".

 

O Governo foi obrigado a repor o pagamento dos subsídios de férias deste ano, na sequência da declaração de inconstitucionalidade da sua suspensão prevista no Orçamento do Estado para 2013.




A sua opinião68
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado TEM VERGONHA E UM MÍNIMO DE COMPOSTURA, PASSOS ! NÃO VÊS QUE NINGUÉM JÁ ACREDITA NAS TUAS PROMESSAS, VISTO QUE ÉS DO MAIS ALDRABÃO QUE É POSSIVEL IMAGINAR ? 20.06.2013

Meu caro Passos Coelho, mas quem é que ainda acredita numa única palavra que digas ? Só quem tiver acabado de nascer e não conhecer ainda que és um aldrabão compulsivo, que prometes uma coisa às terças, quintas e sábados para as negares, a pés juntos, às segundas, quartas e sextas. Desde logo, começando pelas promessas que fizeste, durante a tua última campanha eleitoral de que não farias aumentos de impostos e de que não efectuarias despedimentos, passando por todas as vergonhas e faltas de carácter que tu, o hipócrita, que dá pelo nome de Gaspar, serventuário do ministro das Finanças alemão Schaeuble e acabando no desavergonhado inquilino de Belém, que jurou cumprir e fazer cumprir a Constituição e é useiro e vezeiro em pisá-la e ultrajá-la, o que revela a mais rasteira e nojenta falta de carácter e de vergonha.

comentários mais recentes
Anónimo 06.06.2014

passos coelho és um grande ladrão roubas o povo sem do nem piedade, e mentirosa. demite te não tens um pingo de vergonha na cara larga o tacho.

Observador 21.06.2013

De tão mentiroso, tão mentiroso, já alguém reparou que há muito tempo este novo Pinóquio que nós pensávamos ser um tipo porrreiro e bem melhor do que o Sócrates, mas entretanto já o relegou para trás, está cada vez com o nariz mais comprido, penso que pelo menos se não atingiu já o triplo do tamanho do outro de lá se aproxima a grande velocidade, será por a toda a hora e a todo o momento dizer compulsivamente tantas mentiras seguidas, notando-se que cada vez as mesmas são ditas e desditas num curto espaço de tempo.

REFORMADO ROUBADO 21.06.2013

... SERÁ QUE A NEGINHA AINDA ACREDITA NO GATUNO ??? E OS DESCENDENTES ? O PROGENITOR...JJÁ DISSE QUE NÃO ACREDITA !!! COMO PODE UM POVO (?) ACREDITAR ?

REFORMADO ROUBADO 21.06.2013

...UM GATUNO NUNCA PAGA O QUE ROUBA !!! ELIMINAR ESTES GATUNOS IMPÕE-SE ...O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL !!!

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub