Economia Passos já falou "várias vezes" com Relvas sobre as "secretas"

Passos já falou "várias vezes" com Relvas sobre as "secretas"

Questionado hoje sobre se havia algum problema com Miguel Relvas, na sequência de uma notícia do "Público", Passos Coelho não quis falar muito sobre o assunto, mas sublinhou que não via qualquer problema com Relvas no contexto em que foi suscitado na imprensa.
Lusa António Larguesa 10 de Maio de 2012 às 21:29
Questionado hoje sobre se havia algum problema com Miguel Relvas, na sequência de uma notícia de do “Público”, Passos Coelho não quis falar muito sobre o assunto, mas sublinhou que não via qualquer problema com Relvas no contexto em que foi suscitado na imprensa.

“Não percebo por que é que essa pergunta é feita”, respondeu aos jornalistas, à margem de uma visita à BA Vidros em Avintes (Gaia) por ocasião do centenário da empresa, acompanhado do ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas.

No contexto em que foi suscitado na imprensa, Passos disse não ver qualquer problema. “Já falei várias vezes com o Miguel Relvas sobre esse assunto”, acrescentou.

Recorde-se que o ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, deve ser ouvido na terça-feira no Parlamento sobre as "secretas", na sequência de um pedido de audição BE que o próprio quis que se realizasse com urgência.

Na base do pedido de audição do BE está a notícia do jornal Público sobre as "secretas", segundo a qual o ex-diretor do Sistema de Informações Estratégicas e de Defesa (SIED), Jorge Silva Carvalho, "algum tempo depois das eleições legislativas de 2011", quando era já quadro da empresa Ongoing, "enviou, por correio electrónico, ao ministro dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, um relatório detalhado com um plano para reformar os serviços de informação".

De acordo com o “Público”, nesse plano Silva Carvalho propunha para directores do Serviço de Informações de Segurança (SIS) e do SIED "funcionários da sua confiança" e também apontava "os nomes daqueles que não deveriam assumir cargos dirigentes".




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Afonso de Fresno 27.05.2012

Então o sr. relvas teve o atrevimento de não se amedrontar com jornalistas? Ai, credo! Então o senhor é maluco? Então o senhor não sabe que isto de jornalistas é tudo gente impoluta? Ai minha senhora nossa...

pub