Segurança Social Patrões enviam cartas a Passos a pedir que recue na TSU
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Patrões enviam cartas a Passos a pedir que recue na TSU

As associações patronais ainda acreditam que seja possível convencer Pedro Passos Coelho a voltar atrás. Sociais-democratas desvalorizam e dizem que as reacções são as habituais. Líder da UGT é recebido esta quinta-feira pelo presidente do PSD.
Patrões enviam cartas a Passos a pedir que recue na TSU
Miguel Baltazar/Negócios

O chumbo no Parlamento da redução da Taxa Social Única (TSU) para as empresas com trabalhadores a receber salário mínimo caiu mal junto dos representantes das empresas. Algumas associações patronais

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião32
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
carlos_rocha14 19.01.2017

Mas afinal o que querem?....Primeiro para serem patrões dignos desse nome deviam saber que um aumento de salários ainda que sejam os mínimos se não for suportada pelo aumento de produtividade ou de geração de riqueza é uma fraude!.....Segundo porque estão a ser coniventes com um assalto à Segurança Social!... Terceiro porque assinaram um acordo sem saberem quem tinha competencia para o fazer cumprir!...Com patrões destes Portugal nunca saíra da "cepa torta".....Os Trabalhadores portugueses bem, pode continuar a emigrar para outros Países onde são disputados, bem recebidos conseguem o dobro da produtividade...

Caricato 19.01.2017

Isto é o PSD ou o PC. Ao que chegou o PSD. Até os empresários suplicam para o palerma recuar na birra. Internem o homem que a azia subiu-lhe à cabeça. Ehehehehehehehhehhe

Anónimo 19.01.2017

O Governo precisa de dinheiro para financiar o bem estar dos pobres Portugueses para o Desenvolvimento Sustentável e acelerando a classe media só assim se pode contribuir para a tributação

90% 3mpregados 19.01.2017

Os "patrões" que negociaram não representam os atingidos : os "patrões" representam as grandes empresas enquantos ou "visados" são micro empresas com 3 empregados - familiares portanto - e que não são representadas pelos ditos "patrões" que são obrigados a aumentos de 7%

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub