Saúde Paulo Macedo: “O problema é as pessoas estarem a consumir medicamentos a mais”

Paulo Macedo: “O problema é as pessoas estarem a consumir medicamentos a mais”

Ministro da Saúde desvaloriza notícias que dão conta da falta de remédios nas farmácias.
Paulo Macedo: “O problema é as pessoas estarem a consumir medicamentos a mais”
Miguel Baltazar/Negócios
Marlene Carriço 26 de março de 2014 às 11:00

Afinal o problema em Portugal não é a falta de medicamentos, mas o consumo excessivo dos mesmos. O alerta foi deixado esta manhã, no Parlamento, pelo ministro da Saúde, Paulo Macedo, em resposta às críticas da oposição.

 

“O problema é as pessoas estarem a consumir medicamentos a mais. Não é normal termos consumido mais sete milhões de embalagens no ano passado. Não é normal em termos de saúde pública”, frisou o governante que está a ser ouvido esta quarta-feira, 26 de Março, na Comissão de Saúde, exemplificando com o caso dos antibióticos.

 

Por mês são consumidos mais de 20 milhões de embalagens de medicamentos, lembrou Paulo Macedo. Por isso, “dizer que não há medicamentos é uma coisa que não tem qualquer adesão à realidade. Claro que há pessoas com interesses concretos interessadas em dizer isso”, concluiu.




Saber mais e Alertas
pub