Paulo Portas "descalça" Milão devido à situação política em Portugal
14 Setembro 2012, 10:10 por Rui Neves | ruineves@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
0
O ministro dos Negócios Estrangeiros e presidente do CDS/PP cancelou a visita que iria fazer, no próximo domingo, à MICAM, maior feira mundial de calçado, em Milão, Itália, "por motivos políticos de força maior".
“Acabámos de ser informados que, por motivos de última hora e de carácter de foro político, o senhor ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros não visitará, como previsto, a delegação de empresas portuguesas de calçado que marcará presença, a partir deste domingo, na feira de calçado de Milão, a MICAM”, afirma Paulo Gonçalves, porta-voz da Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes e Artigos de Pele e seus Sucedâneos (APICCAPS), em comunicado.

Ao Negócios, a mesma fonte adianta que a associação foi ontem à noite informada, pela gabinete de Paulo Portas, da impossibilidade de Paulo Portas se deslocar a Milão “por motivos políticos de força maior”. O presidente do CDS/PP convocou, para este sábado, no Porto, reuniões da comissão política e do conselho nacional do partido que lidera, onde deverá, pela primeira vez, fazer declarações públicas sobre as últimas medidas de austeridade anunciados pelo Governo que integra.

Além da visita aos stands das empresas nacionais na MICAM, Portas tinha marcado uma reunião com cerca de 80 empresários portugueses de calçado.

Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: