Política PCP admite fazer parte do próximo Governo

PCP admite fazer parte do próximo Governo

Em entrevista à CMTV, Jerónimo de Sousa diz que, se o partido tiver mais votos nas próximas legislativas, poderá aliar-se ao PS num Governo. Uma maioria absoluta dos socialistas poderia gerar "retrocesso", considera.
PCP admite fazer parte do próximo Governo
Miguel Baltazar
Negócios 12 de setembro de 2017 às 09:47

Jerónimo de Sousa admite vir a fazer parte de um futuro Governo, caso o seu partido tenha um reforço de votos nas urnas e o programa preveja uma política patriótica de esquerda. O cenário foi deixado pelo líder dos comunistas durante uma entrevista à CMTV, em que considerou que, caso o PS tenha maioria absoluta, poderá haver um "retrocesso".

"O PCP está em condições de integrar um Governo, que teria de ter uma política patriótica e de esquerda", disse Jerónimo de Sousa. Segundo o líder dos comunistas, tudo depende dos resultados eleitorais. "Se o povo assim o entender, dando mais força ao PCP, com mais representação. Naturalmente que estamos em condições de afirmar que temos uma política alternativa e poderíamos integrar um Governo que concretizasse essa política", referiu.

Jerónimo de Sousa considera que o povo só tem a ganhar com o eventual reforço da posição do PCP, ao contrário do que aconteceria com o PS. Se os socialistas tivessem maioria absoluta, "poderia tender para uma politica de retrocesso", adverte.

Sobre o Orçamento do Estado para 2018, voltou a repetir que não tem linhas vermelhas e garante que não será radical na negociação.




A sua opinião19
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado saraiva14 12.09.2017

O PCP já esteve no Governo, com o Álvaro Cunhal que foi ministro sem pasta e com o Vasco Gonçalves que foi 1º. Ministro!

comentários mais recentes
A HIPOCRISIA E A INCOERÊNCIA DO PCP ( 3 ) 12.09.2017

Idem, para a defesa intransigente q o PCP faz do MPLA, q sustém o governo super-corrupto angolano dos generais, ao mm tempo q o povo profundo de Angola jaz numa vergonhosa fome,a filha do ex-PR, ISABEL DOS SANTOS se tornou a mulher mais rica de África e o seu irmão compra um relógio por € 500.000

A HIPOCRISIA E A INCOERÊNCIA DO PCP ( 2 ) 12.09.2017

O mesmo se diga do apoio incondicional do PCP ao regime da Venezuela, que pisou aos pés a eleição democrática do povo venezuelano para a Assembleia Nacional, com a vitória da Oposição, a fim de a substituir por uma eleição-farsa.
ONDE ESTÁ O PCP QUE TANTO BRAMAVA PELA SOBERANIA DO VOTO POPULAR ?

A HIPOCRISIA E INCOERÊNCIA DO PCP 12.09.2017

É absolutamente execrável a POSIÇÃO OFICIAL DO PCP, qt ao apoio ao regime dinástico e criminoso da COREIA DO NORTE, q mantém na mais ignominiosa fome a sua população, para prosseguir com o arsenal nuclear, q pode lançar o mundo numa guerra.
LEMBRAM-SE DO PCP A FAZER A APOLOGIA DA PAZ ... ?

Anónimo 12.09.2017

Ah! Ah! Já estou a imaginar o Ministro Jerónimo a fazer uma visita de estado à Coreia do Norte! E podia levar alguns camaradas com ele na comitiva! (agora a sério, não foi nesta legislatura, não será nas próximas, perdeu uma oportunidade única!...e ainda bem! )

ver mais comentários
pub