Economia Pedro Marques: Cidadãos já pouparam 42 milhões com desconto nas portagens

Pedro Marques: Cidadãos já pouparam 42 milhões com desconto nas portagens

O ministro do Planeamento e das Infra-estruturas destacou a poupança conseguida com os descontos introduzidos em auto-estradas do Interior e Algarve, mas reconheceu que a expectativa do território “pode ser superior”.
A carregar o vídeo ...
Maria João Babo 07 de fevereiro de 2018 às 13:01

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, afirmou esta quarta-feira, 7 de Fevereiro, no Parlamento que os descontos introduzidos em Agosto de 2016 nas taxas de portagem em auto-estradas do Interior e na Via do Infante, no Algarve, já permitiram aos utilizadores poupar 42 milhões de euros.

O ministro, que reconheceu que "a expectativa do território pode ser superior", não pôs de lado outras intervenções relativamente  ao Interior, mas não se comprometeu com mais descidas nas taxas.

"Houve decisão política de reduzir portagens, que poupou 42 milhões aos utilizadores das auto-estradas localizadas no interior do país", salientou o ministro, que em Novembro do ano passado tinha dito que o Governo estava a analisar as consequências globais do modelo adoptado em Agosto de 2016 que introduziu 15% de desconto em auto-estradas do interior e Algarve.

A redução de 15% nas taxas de portagens teve lugar em cinco auto-estradas (A22, A23, A24, A25 e auto-estrada transmontana).




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Pika 07.02.2018

Bendito governo que tais ministros tem. Tudo pelo povo. Nada contra o povo, pelo menos por agora. A anestesia foi injectada mas como optamos por uma versão lenta para não dar nas vistas, está a trabalhar e bem. Falta só um bocadinho para atingir o torpor total. E aí, sim. Nós, nós, e mais nós.

General Ciresp 07.02.2018

Mais um ministro de 2 maos canhotas,ja e o terceiro hoje:de manha apareceu o adjunto a nada,de tarde apareceu a porteira do selfie(avioneta sem asas)e agora o beicas imbutidas.E q tal ADJUNTAREM-SE os 3 e fazerem alguma coisa pelo pais.Limparem o rio ALMARAZ,as boucas,despirem os peixe dos plasticos

Cpt Jack Sparrow 07.02.2018

Reduziu o custo para os utilizadores, mas aumentou para os contribuintes em geral (nada contra!, é política). Mas um bom jornalismo esclareceria se quem suporta a redução é a Concessionária, ou se recebe do Estado o montante da redução de portagens.

Camponio da beira 07.02.2018

Na Austtria é um euro por dia, imagine-se quanto não poupariamos.

pub