Conjuntura Pedro Ferraz da Costa: "Estou admirado com a rapidez com que o investimento se degradou"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Pedro Ferraz da Costa: "Estou admirado com a rapidez com que o investimento se degradou"

No dia em que o Fórum para a Competitividade organiza uma conferência sobre estratégias de crescimento da economia portuguesa, o presidente, Pedro Ferraz da Costa, dá uma entrevista ao Negócios.
Pedro Ferraz da Costa: "Estou admirado com a rapidez com que o investimento se degradou"
Miguel Baltazar
Nuno Aguiar 13 de Outubro de 2016 às 00:01

Como é possível crescer com um malparado das empresas de mais de 16%?

Há empresas zombie: ninguém quer fechá-las, não há dinheiro para indemnizações, sã

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado TinyTino Há 3 semanas

Eu estou admirado com a capacidade de ignorar a realidade. O único investimento que se degradou foi o público.

comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Está mais que evidente, os sinais emitidos foram todos ao contrário, 35 horas de trabalho, IVA da restauração, feriados, aumento de impostos, quem em sã conciência quer investir num país que tem as contas públicas no estado que se conhece e ainda por cima tem um governo que é só sorrisos, que não se cansa de dizer que estamos no melhor dos mundos, quando se vê extamente o contrário, vivemos numa autêntica miragem, Deus nos acuda se pot algo imprevisível, o preço do petróleo disparar, onde vão arranjar quem nos volte a emprestar dinheiro? penso que estamos a seguir o caminho daqueles demagogos da América Latina de má memória!

TinyTino Há 3 semanas

Eu estou admirado com a capacidade de ignorar a realidade. O único investimento que se degradou foi o público.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub