Economia Pedrógão Grande: Presidente da República respeita decisão da PGR de divulgar nomes de mortos

Pedrógão Grande: Presidente da República respeita decisão da PGR de divulgar nomes de mortos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, evitou hoje comentar a divulgação, pela Procuradoria-Geral da Republica, da lista de mortos nos incêndios de Pedrógão Grande, por uma questão de respeito pela autonomia da Ministério Público.
Pedrógão Grande: Presidente da República respeita decisão da PGR de divulgar nomes de mortos
Vítor Mota
Lusa 25 de julho de 2017 às 22:42

"Eu respeito a autonomia do Ministério Público", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, em directo para as televisões, durante uma visita ao posto de comando da protecção civil em Mação, onde o Presidente chegou cerca das 21:30.

 

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje, em comunicado, que se registaram "até ao momento" 64 vítimas mortais nos incêndios de Pedrógão Grande, tendo divulgado a respectiva lista.

 

Rebelo de Sousa juntou-se, no posto de comando, instalado no Largo da Feira, no centro da vila de Mação, ao secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, que chegara uma hora antes.

 

O fogo que lavra em Mação continua numa situação "muito preocupante, com vento muito forte, aldeias em perigo e casas a arder", disse o presidente do município.

 

Em declarações à Lusa no posto de comando, Vasco Estrela, presidente da Câmara de Mação, disse que este incêndio já obrigou à evacuação de uma dezena de aldeias, num total de cerca de 200 pessoas, mas algumas já regressaram a casa.




pub