Maior série de ganhos desde Fevereiro
Petróleo sobe pelo sétimo dia consecutivo
19 Julho 2012, 08:01 por Raquel Godinho | rgodinho@negocios.pt
4
Enviar por email
Reportar erro
0
Os dados económicos favoráveis publicados nos Estados Unidos, bem como a queda nos inventários de gasolina favorecem o comportamento positivo.
Em Nova Iorque, o West Texas Intermediate (WTI) soma 0,79% para os 90,58 dólares por barril. Ontem, voltou a ser transaccionado acima dos 90 dólares por barril e hoje vive aquela que é a sétima sessão de ganhos consecutiva, a mais longa série de ganhos desde Fevereiro. Neste período, avança 7,9%.

Em Londres, o Brent do Mar do Norte, que serve de referência às importações portuguesas, valoriza 0,74% para os 105,94 dólares por barril. Em sete dias de ganhos, soma 8,1%.

A suportar este desempenho está o anúncio feito ontem de que as reservas de gasolina, na semana passada, desceram inesperadamente. O Departamento de Energia dos Estados Unidos revelou que os inventários de gasolina desceram em 1,8 milhões de barris. Os analistas consultados pela Bloomberg antecipavam um aumento de 1,2 milhões de barris.

Já os “stocks” de crude diminuíram em 809 mil barris, quando se previa um recuo de 1,3 milhões de barris. As reservas de destilados aumentaram em 2,6 milhões de barris, o que compara com a estimativa de um aumento de 1,3 milhões de barris.

Por outro lado, ontem foi também revelado que a construção de casas, em Junho, nos Estados Unidos, aumentou mais do que o esperado, atingindo o nível mais elevado em cerca de quatro anos. Registou-se um crescimento de 6,9% para 760 mil casas.

Estes dados travaram as preocupações com o rumo da economia e, consequentemente, com a evolução da procura por combustíveis.

Também a variação cambial pesa nesta tendência, numa altura em que o dólar desvaloriza face ao euro e torna mais atractivo o investimento em matérias-primas denominadas na moeda norte-americana. O euro sobe 0,05% para os 1,2290 dólares.
4
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags: