Zona Euro PIB da Alemanha cresce 0,6% no primeiro trimestre

PIB da Alemanha cresce 0,6% no primeiro trimestre

O produto interno bruto da Alemanha cresceu 0,6% nos três primeiros meses do ano comparativamente com o trimestre anterior. Este valor está em linha com as estimativas dos analistas. Com o desempenho da economia germânica, crescem os sinais de uma recuperação firme da área do euro.
PIB da Alemanha cresce 0,6% no primeiro trimestre
Negócios com Bloomberg 12 de maio de 2017 às 07:43

A economia alemã acelerou o seu crescimento no primeiro trimestre deste ano. Os dados publicados esta sexta-feira, 12 de Maio, pelo Ministério da Economia, indicam que o produto interno bruto da maior economia da Zona Euro cresceu 0,6% nos três primeiros meses do ano, comparando com o último trimestre de 2016. Este valor está em linha com as estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg.

Comparando com os primeiros três meses do ano passado, a economia alemã acelerou para uma taxa de crescimento, ajustada à sazonalidade, de 1,7%.

A evolução economia da Alemanha de Janeiro a Março beneficiou com o clima ameno, o que impulsionou a construção, e com as exportações, que foram impulsionadas pela recuperação da procura mundial.

O desempenho da economia germânica nos três primeiros meses do ano vem acrescentar sinais que a economia da área do euro está em firme recuperação. "Há motivos para acreditar que este ano, no geral, vai ser melhor que o ano passado", disse à Bloomberg, Jennifer McKeown, economista da Capital Economics.

"O crescimento mundial está a melhorar, o que deve impulsionar as exportações líquidas. Estamos finalmente a começar a ver uma subida dos salários e isso deve ajudar os gastos dos consumidores", acrescentou.

 


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub