Política Pistas para seguir o discurso de Rui Rio esta tarde

Pistas para seguir o discurso de Rui Rio esta tarde

O ex-autarca do Porto apresenta às 18:30 em Aveiro a candidatura à liderança do PSD. A declaração é aguardada com alguma expectativa. Aqui fica um guião com algumas pistas para seguir o discurso de mais logo.
Pistas para seguir o discurso de Rui Rio esta tarde
Miguel Baltazar/Negócios
Marta Moitinho Oliveira 11 de outubro de 2017 às 16:37

É a favor do Bloco Central?

Em Fevereiro deste ano, como lembra o Diário de Notícias na edição desta quarta-feira, Rio afirmou que, "em termos ideológicos, e acima de tudo do interesse do país, a minha opinião é de que o entendimento não devia ser ao extremo mas ao centro".

Este é um dos pontos que é aguardado com mais expectativa no discurso de hoje. Domingo à noite, Marques Mendes disse na SIC que Rui Rio deveria aproveitar o lançamento da candidatura para matar desde logo a ideia de que defende o Bloco Central.

Na edição de hoje, o Público escreve que Rio vai explicar a sua posição sobre este assunto – "com toda a normalidade". O jornal cita um dos próximos do autarca, lembrando que durante os 11 anos que Rio esteve na câmara do Porto teve o apoio do CDS e "correu sempre às mil maravilhas".

A questão é também hoje abordada pelo deputado centrista Francisco Mendes da Silva, que num artigo de opinião publicado no Jornal de Negócios defendeu que "importa dizer que Rui Rio só tem a ganhar se afastar liminarmente essa hipótese".

Terça-feira à noite, quando disse que era candidato à liderança do PSD, Pedro Santana Lopes tentou distanciar-se da linha política que tem sido associada a Rio. "Não tenho propensão para defender um acordo de Bloco Central", afirmou.

 

Hesita ou é um homem de acção?

Rio Rio é visto há muito como um aspirante a líder do PSD – houve várias notícias a dizer que avançaria depois das autárquicas. Mas também se colou ao ex-autarca a imagem de se hesitar. Quando Rio aparecer esta tarde para apresentar a candidatura terá atrás de si um cartaz com o seguinte slogan: "É hora de agir". Com esta frase, Rio quer eliminar a ideia de hesitação. Também Santana Lopes tem tentado passar uma imagem de dinamismo. "Sou mais de acção", disse o ex-primeiro-ministro para justificar estar a preparar um programa para o partido.

 

Tem os barões ou também tem apoios entre os mais novos?

No rescaldo das eleições autárquicas, Rui Rio reuniu em Azeitão com alguns "barões" do PSD, como Manuela Ferreira Leite e Ângelo Correia. O encontro preocupou alguns sectores do partido, soube o Negócios, que anteciparam um regresso ao passado em vez de uma renovação, como alguns desejam. Hoje Rui Rio poderá ter a oportunidade de dar um sinal sobre o grau de renovação que pretende para o partido.

Que tipo de descentralização defende?
Rio apresenta a candidatura em Aveiro. A escolha da cidade serve para mostrar que não cede a Lisboa mas também não se fecha no Porto. Uma das ideias conhecidas de Rio é a de transferir para Coimbra o Tribunal Constitucional.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 11.10.2017

Não ao bloco central dos interesses!

Saber mais e Alertas
pub