Justiça PJ admite mais diligências na investigação à transferência de Lucho González

PJ admite mais diligências na investigação à transferência de Lucho González

A Policia Judiciária (PJ) admitiu esta terça-feira a realização de mais diligências na investigação à transferência do futebolista argentino Lucho González do FC Porto para o Marselha, depois de concluídas as buscas à SAD 'azul e branca'.
PJ admite mais diligências na investigação à transferência de Lucho González
Lusa 07 de novembro de 2017 às 19:01
Fonte oficial da PJ disse esta terça-feira, 7 de Novembro, à Lusa que as buscas aos 'dragões' decorreram da recepção de uma carta rogatória das autoridades francesas, recebida há alguns meses.

A mesma fonte acrescentou que em causa está a investigação à transferência de um jogador e dos proventos dela decorrentes.

Em comunicado, a Procuradoria-Geral Distrital do Porto (PGDP) acrescentou que "foram igualmente inquiridas, como testemunhas, pessoas que tiveram ou têm ligações à SAD do FC Porto".

"Em execução de um pedido de cooperação judiciária internacional recebido das autoridades francesas, o Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto ordenou, hoje, a realização de diversas diligências, designadamente buscas na SAD do FC Porto", lê-se no comunicado da PGDP.

O documento acrescenta que "estas diligências, nas quais o Ministério Público foi coadjuvado pela Polícia Judiciária, foram também acompanhadas, ao abrigo dos instrumentos legais de cooperação, por dois elementos das autoridades francesas" e que "a carta rogatória em questão está em segredo de justiça".

A SAD do FC Porto já tinha anunciado a colaboração com as autoridades portuguesas e francesas sobre a transferência, sem revelar o jogador ou o clube envolvido na transacção.

O médio argentino Lucho González transferiu-se do FC Porto para o Marselha, no final da época 2008/09, por 18 milhões de euros, numa transacção que poderia ser acrescida de mais seis milhões de euros mediante a concretização de vários objectivos.

O antigo capitão dos 'dragões' alinha actualmente nos brasileiros do Atlético Paranaense.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub