Economia PJ investiga perdão fiscal aos filhos do presidente do Benfica

PJ investiga perdão fiscal aos filhos do presidente do Benfica

Uma semana depois do ministro das Finanças ter pedido bilhetes ao Benfica, Luís Filipe Vieira recebeu um email do filho a agradecer o “empurrão” para a isenção de IMI a um prédio da família, conta o Correio da Manhã.
PJ investiga perdão fiscal aos filhos do presidente do Benfica
Negócios 08 de janeiro de 2018 às 09:29

Uma semana após o ministro das Finanças, Mário Centeno, ter pedido bilhetes ao Benfica para assistir ao jogo contra o FC Porto, a empresa gerida pelos filhos de Luís Filipe Vieira teve ‘luz verde’ para a isenção do pagamento de IMI para um prédio situado em Lisboa. A notícia é avançada pelo Correio da Manhã esta segunda-feira, 8 de Janeiro, que revela ainda que a Polícia Judiciária já está a investigar o caso.

O jornal cita ainda um email enviado a Luis Filipe pelo seu filho, Tiago, a 24 de Março de 2017 – uma semana depois de um assessor do ministro ter pedido bilhetes para o ministro. "Pai, já cá canta!!!!!! Sem o teu empurrão não íamos lá. Beijo grande", lê-se no email, citado pelo CM, enviado pelo filho do presidente do Benfica a partir do endereço de email da Promovalor – empresa de imobiliário da família, que tem a filha de Luís Filipe Vieira, Sara, como presidente.

A 15 de Março o filho de Luís Filipe Vieira tinha-se queixado sobre o processo de isenção de IMI relativo ao prédio que tinham comprado para reabilitação na rua Sol a Santa Catarina, em Lisboa. O pagamento do imposto estava a bloquear a venda.

O CM contactou o Ministério das Finanças mas não obteve resposta. Já o Benfica comentou apenas que "respondeu positivamente à solicitação do ministro".




pub