Economia PJ investiga perdão fiscal aos filhos do presidente do Benfica

PJ investiga perdão fiscal aos filhos do presidente do Benfica

Uma semana depois do ministro das Finanças ter pedido bilhetes ao Benfica, Luís Filipe Vieira recebeu um email do filho a agradecer o “empurrão” para a isenção de IMI a um prédio da família, conta o Correio da Manhã.
PJ investiga perdão fiscal aos filhos do presidente do Benfica
Negócios 08 de janeiro de 2018 às 09:29

Uma semana após o ministro das Finanças, Mário Centeno, ter pedido bilhetes ao Benfica para assistir ao jogo contra o FC Porto, a empresa gerida pelos filhos de Luís Filipe Vieira teve ‘luz verde’ para a isenção do pagamento de IMI para um prédio situado em Lisboa. A notícia é avançada pelo Correio da Manhã esta segunda-feira, 8 de Janeiro, que revela ainda que a Polícia Judiciária já está a investigar o caso.

O jornal cita ainda um email enviado a Luis Filipe pelo seu filho, Tiago, a 24 de Março de 2017 – uma semana depois de um assessor do ministro ter pedido bilhetes para o ministro. "Pai, já cá canta!!!!!! Sem o teu empurrão não íamos lá. Beijo grande", lê-se no email, citado pelo CM, enviado pelo filho do presidente do Benfica a partir do endereço de email da Promovalor – empresa de imobiliário da família, que tem a filha de Luís Filipe Vieira, Sara, como presidente.

A 15 de Março o filho de Luís Filipe Vieira tinha-se queixado sobre o processo de isenção de IMI relativo ao prédio que tinham comprado para reabilitação na rua Sol a Santa Catarina, em Lisboa. O pagamento do imposto estava a bloquear a venda.

O CM contactou o Ministério das Finanças mas não obteve resposta. Já o Benfica comentou apenas que "respondeu positivamente à solicitação do ministro".




A sua opinião24
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

Estou curioso por ver que empurrão possível é que o Luis Filipe Vieira possa ter dado num caso de "reconhecimento" do direito à isenção de IMI. E associar tal ato administrativo à contrapartida de dois bilhetes para um jogo da bola ...

comentários mais recentes
Deixem os pousar. Há 1 semana

Ainda vai ser pior do que o Vale tudo.

silva Há 1 semana

Isenção uma treta, ou fiz a reabilitação e atualizaram-me foi o IMI como sendo prédio novo, pago e não adiantou reclamar. Nesta pais uns são filhos da mãe outros fdp.

SERIA GRAVÍSSIMO ... Há 1 semana

SERIA GRAVÍSSIMO E SEM QQ PERDÃO QUE TAL TIVESSE TIDO LUGAR, FOSSE ELE EM RELAÇÃO AOS FILHOS DO ORELHAS OU A QQ OUTRO.
ISSO CONSTITUIRIA UM ROUBO A TODOS NÓS, CONTRIBUINTES.
A PJ NÃO DEVERÁ TER QQ CONTEMPLAÇÃO, SEJA PARA ANTÓNIO COSTA - que, se for verdade, terá conhecimento -, SEJA PARA CENTENO !

Anónimo Há 1 semana

O que não faltaria se outro qualquer jornal tivesse escrito uma coisa destas no anterior governo... além disso o cidadão sob ataque é só o presidente do EuroGrupo... ou seja a falta de respeito pelos próprios Portugueses começa por dentro e é vergonhosa...

ver mais comentários
pub