África Politico escolhe Isabel dos Santos como uma das 28 figuras para 2017

Politico escolhe Isabel dos Santos como uma das 28 figuras para 2017

O site explica a escolha pelo peso dos seus interesses empresariais em Portugal. E dá ainda conta dos rumores existentes sobre a possibilidade de Isabel dos Santos vir a assumir um papel de relevo na política angolana.
Politico escolhe Isabel dos Santos como uma das 28 figuras para 2017
Celso Filipe 07 de dezembro de 2016 às 16:32

O site Politico escolheu Isabel dos Santos com uma das 28 personalidades capazes de transformar a política, as políticas e as ideias na Europa. A actual presidente da Sonangol é a única representante de língua portuguesa que faz parte desta lista, a qual é liderada por Sadiq Khan, presidente da Câmara de Londres e membro do Partido Trabalhista inglês. A lista identifica 28 pessoas e posiciona Isabel dos Santos no 11º lugar.

"O Politico 28 é o nosso guia das pessoas que poderão moldar 2017 e os anos seguintes, seja para o bem ou para o mal, um escrutínio que compete aos nossos leitores fazer", explica Matthew Kaminski, editor executivo do Politico Europa, numa nota à imprensa.

"Isabel dos Santos, a filha do Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, é a mulher mais rica de África e um símbolo da reversão de fortunas entre Portugal e sua antiga maior colónia. Embora não seja uma cidadão portuguesa, os interesses empresariais que possui fazem dela uma das pessoas mais influentes do país", explica o Politico.

Isabel dos Santos tem participações accionistas no BPI, Nos e BIC, controla a Efacec e tem uma participação indirecta na Galp. Com a sua chegada à Sonangol passou também a ter uma palavara a dizer no BCP, no qual a petrolífera angolana tem uma posição qualificada 

O site sintetiza ainda a forma dicotómica como se olha para Isabel dos Santos. "Para os seus fãs é uma pessoa talentosa, uma engenheira que atingiu o topo num mundo dominado por homens, que foi construindo em Lisboa uma imagem glamorosa, ao lado do seu marico congolês, Sindika Dokolo, um grande patrono da arte contemporânea africana".

Para os seus críticos, em contrapartida, "ela é o símbolo de um regime corrupto, uma ‘princesa’ que construiu a sua riqueza à custa do poder déspota do pai".

O Politico dá ainda conta dos rumores que correm, tanto em Lisboa e Luanda sobre a possibilidade de Isabel dos Santos poder vir a ocupar um lugar de destaque na política angolana ."Isso iria colocá-la numa posição forte para concretizar a sua ambição de longa data de usar a sua experiência em África e na Europa para construir laços entre os dois continentes", escreve o Politico.

Michael O’Leary, Ryanair, Recep Erdogan, presidente da Turquia e Frederica Mogherini, comissária europeia, são outras das figuras escolhidas pelo Politico para a sua galeria dos 28.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado GuPompe 03.01.2017

Bem merecido. Isabel dos Santos já provou ser uma das empresárias africanas mais inteligentes e empreendedoras da sua geração.

comentários mais recentes
AFranco 03.01.2017

Concordo com a escolha. Isabel dos Santos não vai apenas marcar o futuro de Angola, mas também o do continente africano.

GuPompe 03.01.2017

Bem merecido. Isabel dos Santos já provou ser uma das empresárias africanas mais inteligentes e empreendedoras da sua geração.

Rui de Brito 07.12.2016

E na terra dela mais de vinte milhões a passar FOME!

Oscar Pereira 07.12.2016

pronto...estamos todos preparados para transformar a Europa numa grande Angola

pub