Empresas Porto recebe primeiro TEDxWomen a 4 de Novembro

Porto recebe primeiro TEDxWomen a 4 de Novembro

O Porto vai acolher, pela primeira vez, um TEDxWomen. Nour Machlah, sobrevivente da guerra da Síria, e Navvab Aly, fundadora da plataforma “Crespas & Cacheadas Poderosas”, são algumas dos oradores que irão participar no evento marcado para 4 de Novembro.
Porto recebe primeiro TEDxWomen a 4 de Novembro
O primeiro TEDxWomen do Porto vai realizar-se no auditório Ilídio Pinho da Universidade Católica do Porto, na tarde de 4 de Novembro próximo.
Rui Neves 26 de outubro de 2017 às 10:36

Cláudia Morgado, directora de operações de uma empresa especializada em software para a área da saúde, Navvab Aly, fundadora da plataforma "Crespas & Cacheadas Poderosas", e Nour Machlah, sobrevivente da guerra da Síria que depois de ter vivido no Líbano e na Turquia, veio para Portugal estudar arquitectura, são alguns dos oradores já confirmados do primeiro TEDxWomen que a cidade do Porto vai acolher. 

 

Tendo como tema principal "Bridges" ("Pontes"), o evento  tem como objectivo procurar formas de aproximação entre pessoas com experiências e opiniões diferentes.

 

O encontro, que irá decorrer na tarde de 4 de Novembro, no auditório Ilídio Pinho da Universidade Católica do Porto, vai "reunir um conjunto de pensadores e criativos que estimulam a transformação de ideias em acções concretas que incentivam e motivam à intervenção na comunidade", explica Pedro Geraldes, um dos organizadores do evento, em comunicado.

 

"Vamos combinar a intervenção de oradores e performances ao vivo com vídeos das TED Talks do evento principal que terá lugar em Nova Orleães de 1 a 3 de Novembro", acrescenta o mesmo responsável.

 

Uma das presenças mais esperada é a de Navvab Aly, de 20 anos, que "acredita que consegue mudar o mundo com as suas palavras". Filha de pai ganês e de mãe guineense com raízes libanesas, é fundadora da "Crespas & Cacheadas Poderosas", actualmente denominada "A Preta Aly", uma página com mais de 13 mil gostos no Facebook.

 

"Na adolescência, a jovem não gostava do seu cabelo crespo, porque queria ter um cabelo liso, igual ao da mãe. Em 2014 assumiu o seu cabelo e começou a dar dicas sobre como cuidar daquele tipo de cabelo. É apaixonada por livros e por ter a possibilidade de escrever aquilo que sente e pensa. Para ela, felicidade é sinónimo de novos desafios. Acredita que a sua missão na vida é desconstruir padrões e analisar sempre o outro lado da moeda", descreve a organização do evento.

  

Também confirmada está a participação de Nour Machlah, que nasceu na Síria em 1991 e sobreviveu à guerra no seu país. Assume que esse acontecimento mudou o curso da sua vida. Primeiro mudou-se para o Líbano e depois para a Turquia.

 

Em 2014, integrado num grupo de bolseiros da Plataforma Global de Assistência Académica a Estudantes Sírios, veio para Portugal estudar arquitectura. Desde então, enfatiza a organização do TEDxWomen, "tem participado como orador em várias conferências em países europeus, onde dá a voz a pessoas que não tiveram a mesma sorte que ele em escapar à guerra". Foi ainda palestrante no Parlamento Europeu em Estrasburgo e representou o Fórum Europeu da Juventude em Bruxelas.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Neves Há 3 semanas

Nem mais Mr Tuga o país da parolada

Mr.Tuga Há 3 semanas

Não espanta!
Ou não fosse tugaL o berço das BANALIDADES....

pub