Fundos comunitários Portugal 2020: Pagamentos às empresas chegam a 377 milhões

Portugal 2020: Pagamentos às empresas chegam a 377 milhões

O governo mantém a intenção de atingir os 450 milhões de pagamentos até final do ano. As candidaturas apresentadas nos concursos abertos nos últimos dois meses atingiram os 3,2 mil milhões de euros.  
Portugal 2020: Pagamentos às empresas chegam a 377 milhões
Bruno Simão
Maria João Babo 07 de Novembro de 2016 às 11:53
O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, sublinhou esta segunda-feira no Parlamento que os pagamentos às empresas no âmbito do Portugal 2020 atingem até agora os 377 milhões de euros, garantindo que até ao final do ano se chegará aos 450 milhões.
 
O governante, ouvido no âmbito da apreciação na especialidade da proposta do Orçamento do Estado de 2017, destacou ainda que os concursos lançados em Setembro e Outubro atingiram os 3,2 mil milhões de euros de candidaturas, "superando o recorde de intenções de investimento empresarial que se tinha alcançado no primeiro semestre", de 3 mil milhões de euros.
 
Pedro Marques salientou ainda que 75% do total das candidaturas aprovadas no Sistema de Incentivos às empresas do Portugal 2020 dizem respeito a investimentos industriais, dois terços dos quais são de média e alta intensidade tecnológica.
 
Estes valores representam, para o ministro do Planeamento, que "os empresários têm confiança no rumo traçado" e "não partilham a visão catastrofista que só existe na mente dos partidos da direita".



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub