União Europeia Portugal é o quarto maior beneficiário do “plano Juncker” em percentagem do PIB

Portugal é o quarto maior beneficiário do “plano Juncker” em percentagem do PIB

Dos 53 mil milhões de euros destinados aos Estados-membros da União Europeia, 1,9 mil milhões foram entregues a Portugal.
Portugal é o quarto maior beneficiário do “plano Juncker” em percentagem do PIB
Reuters
Negócios com Lusa 09 de fevereiro de 2018 às 13:30

A seguir à Estónia, Grécia e Bulgária, Portugal é o quarto Estado-membro da União Europeia que mais beneficiou, até ao momento, do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), conhecido como "plano Juncker". Os dados dizem respeito ao impacto do financiamento em proporção do Produto Interno Bruto (PIB), e foram divulgados esta sexta-feira pela agência Lusa com base no relatório mais recente da Comissão Europeia.

Ao abrigo do plano "Juncker", Portugal já recebeu 1,9 mil milhões de euros (1,1 mil milhões em projectos de infra-estruturas e inovação e 800 milhões para as Pequenas e Médias Empresas). Este bolo deverá mobilizar 5,4 mil milhões de euros em investimentos adicionais.

Em termos absolutos, Portugal é o oitavo país que mais beneficiou do Fundo Europeu Para Investimentos Estratégicos. Em primeiro lugar, está França (8,7 mil milhões), seguida de Itália (6,5 mil milhões) e Espanha (5,5 mil milhões).

 

No total, o "plano Juncker" de investimento já disponibilizou 53 mil milhões de euros, montante que Bruxelas espera que mobilize 264,3 mil milhões em investimentos, ou seja, 84% da meta original da Comissão Europeia de gerar 315 mil milhões até ao Verão de 2018.




pub